sicnot

Perfil

Desporto

Bruno de Carvalho quer "divulgação pública dos relatórios dos árbitros"

O presidente do Sporting incorre agora num processo disciplinar ao abrigo do artigo do regulamento disciplinar que diz respeito à Lesão da Honra e reputação dos agentes desportivos. (Arquivo)

Lusa

O presidente do Sporting defendeu esta segunda-feira a adoção de 11 "medidas prementes" relativamente à arbitragem portuguesa, entre as quais a "divulgação pública dos relatórios dos árbitros".

"Como todos sabemos, o futebol português necessita de se renovar e modernizar em todas as áreas. Neste momento, a arbitragem é a temática que temos em cima da mesa e, por isso, entendo que é meu dever deixar a minha visão sobre as medidas prementes que devem ser tomadas", escreve na sua página na rede social "Facebook".

O líder "leonino" defende ainda a introdução do vídeo árbitro, bem como a extinção da figura do observador - "todos os jogos já são gravados", advogou - ou, em alternativa, a substituição dos atuais por outros "sem vícios".

"Nomear os melhores árbitros para os melhores jogos" é outra das medidas preconizadas por Bruno de Carvalho, para quem "os árbitros com menos experiência têm de a ganhar em jogos de menor dimensão".

O recandidato à presidência do clube de Alvalade quer ainda um "contacto regular com os clubes de forma global e individual", penalizações "com gravidade" para "situações de penaltis não assinalados ou mal assinalados".

Bruno de Carvalho quer ainda que sejam "conhecidos publicamente os critérios de nomeação e de avaliação" dos árbitros, que devem ser objeto de uma "verdadeira profissionalização".

O presidente do Sporting tornou pública no domingo a sua lista às eleições do clube, que tem como lema "Sporting no rumo certo", e apresenta poucas alterações em relação ao atual conselho diretivo.

Bruno de Carvalho, presidente do clube desde março de 2013, é o segundo sócio do Sporting a manifestar a intenção de se candidatar às eleições marcadas para 04 de março, depois de Pedro Madeira Rodrigues.

Há quase quatro anos, Bruno de Carvalho venceu as eleições com 53,36% dos votos, impondo-se a José Couceiro, que obteve 45,35% e a Caros Severino, que conseguiu 1,02%.

Lusa

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.