sicnot

Perfil

Desporto

Liga espanhola critica Mundial alargado e diz que Infantino "comporta-se como Blatter"

Javier Tebas, presidente da liga espanhola de futebol.

© Albert Gea / Reuters

O presidente da liga espanhola de futebol, Javier Tebas, criticou a proposta da FIFA em ampliar para 48 seleções a fase final do Mundial, aprovada hoje pelo Conselho do organismo, em entrevista ao diário francês L'Equipe.

Para Tebas, o presidente da FIFA, Gianni Infantino, "comporta-se como [Joseph] Blatter", seu antecessor, que se demitiu em 2015 após o escândalo de corrupção que abalou o organismo.

"Infantino comporta-se como Blatter, que tomava as decisões sozinho, sem se preocupar com ninguém", avaliou Tebas, acrescentando que os clubes estão "muito incomodados".

O presidente da 'LaLiga' acusa a FIFA de ter avançado com a proposta de ampliação "por razões políticas", sem ter consultado o futebol profissional, considerando que esta atitude "não é aceitável".

Para o responsável espanhol, "a indústria do futebol mantem-se graças aos clubes e às ligas e não graças à FIFA", acrescentando que "é fácil 'engordar' esta competição [o Mundial] sem pagar aos protagonistas".

"Gianni Infantino faz política. Para ser eleito, prometeu mais países no Mundial. Quer cumprir essas promessas, mas as promessas que fez ao futebol profissional não as cumpre", disse ainda Javier Tebas.

O Conselho da FIFA, órgão que substituiu o Comité Executivo, aprovou hoje, por unanimidade, o alargamento da fase final Mundial de futebol, a partir de 2026, de 32 para 48 seleções, distribuídas por 16 grupos de três equipas.

Nesta segunda reunião do novo Conselho da FIFA estavam em cima da mesa três propostas: manter o formato de 32 seleções e alargar para 40 ou 48 seleções a partir da edição de 2028.

Lusa

  • Primeiras projeções dão vitória a Angela Merkel

    Mundo

    A CDU da chanceler Angela Merkel venceu as eleições legislativas deste domingo com 33,5% dos votos, seguida dos sociais-democratas do SPD e do partido Alternativa para a Alemanha, de extrema-direita, segundo uma sondagem divulgada pela televisão pública ZDF.

  • Maratona da democracia em Barcelona
    1:18

    Mundo

    Na Catalunha, milhares de pessoas alimentam o braço de ferro com Madrid. Em Barcelona decorre a maratona pela democracia, na Praça da Universidade. A iniciativa repete-se noutros 300 municípios da região.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.