sicnot

Perfil

Desporto

Paulo Gonçalves sexto na oitava etapa do Dakar

DAVID FERNANDEZ

O motard Paulo Gonçalves (Honda) foi esta terça-feira sexto classificado na oitava etapa do rali todo-o-terreno Dakar2017, marcada por forte intempérie e vencida pelo seu colega de equipa espanhol Joan Barreda.

Neste seu segundo triunfo no Dakar2017, Barreda impôs-se em 4:28.21 horas, batendo dois rivais da KTM, o austríaco Matthias Walkner, por 3.51 minutos, e o britânico Sam Sunderland, por 3.54, que assim ampliou a vantagem na liderança para os principais perseguidores.

Paulo Gonçalves, que manteve a oitava posição na geral, chegou a 7.06, atrás do colega de equipa francês Michael Metge, a 4.25 e do espanhol Pedrero Garcia (Sherco), a 6.00.

O chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna) chegou a 7.07 e o francês Xavier de Soultrait (Yamaha) a 9.31, perdendo terreno para o líder.

Assim, Sam Sunderland tem 20.58 minutos de avanço para Quintanilla, 34.14 para Walkner e 50.10 para De Soultrait: Paulo Gonçalves está a 1:08.34.

Além de Paulo Gonçalves, há mais três pilotos no Top 30: Hélder Rodrigues (Yamaha) caiu três lugares para 16.º a 02:02.45, Mário Patrão (KTM) desceu uma posição para 21.º a 2:22.35 e Gonçalo Reis (KTM) manteve o 29.º posto, a 3:38.42.

A jornada de hoje, que ligou a cidade boliviana de Uyuni à argentina Jujuy foi encurtada devido à forte chuva que levou ao excesso de caudal de um rio.

Face ao imprevisto, os 492 quilómetros cronometrados foram reduzidos em 72 quilómetros, separados em duas partes, de 174 e 246, respetivamente.

Nos automóveis, o francês Sébastien Loeb (Peugeot) conquistou a sua terceira etapa e recuperou assim a liderança da geral.

Loeb terminou a etapa em 4:11.02, batendo os seus colegas de equipa Stéphane Peterhansel (a 3.35), a quem recuperou a liderança por 1.38 minutos, e Cyril Despres (a 5.13).

A nona etapa ligará Salta a Chilecito, um tarjeto de 977 quilómetros, 406 deles cronometrados.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa. A Direção-Geral de Saúde vai divulgar ainda esta terça-feira as normas de orientação clínica para que os médicos possam lidar da melhor maneira com este surto.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Incêndio num estádio em Xangai destrói parte da bancada

    Mundo

    O Estádio Hongkou da equipa chinesa Shanghai Shenhua foi atingido esta terça-feira por um incêndio que acabou por danificar parte da bancada e algumas salas no interior da infraestrutura. Para o local, foi enviada uma equipa de bombeiros que conseguiu controlar as chamas.