sicnot

Perfil

Desporto

Presidente da Liga espanhola descontente com ausência do "Barça" na gala da FIFA

© Susana Vera / Reuters

O presidente da Liga espanhola, Javier Tebas, mostrou esta terça-feira descontentamento com a ausência dos jogadores do FC Barcelona na gala da FIFA, na qual Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor futebolista do mundo.

"Não vou considerar se foi uma falta de respeito, porque têm as suas razões, mas podia-se ter feito um esforço, como em outras ocasiões. Ir de Barcelona a Zurique não é o mesmo do que a Nova Iorque, e a hora era adequada. Deviam ter ido", assinalou.

Em relação à distinção a Cristiano Ronaldo, Javier Tebas deixou claro que é "merecido", tendo particularmente em conta o nível de quem decide, e destacou que a Liga espanhola tem "os dois melhores jogadores da história".

O dirigente comentou ainda o facto de Iniesta poder ter explicado aos jogadores do Real Madrid a sua ausência da gala, referindo que o médio do "Barça" é um cavalheiro e que, se pediu desculpas, é porque achou que seria o mais correto.

"Em todo o caso, parece-me um assunto marginal, o mais importante é que a nossa Liga é muito competitiva, em que clubes como o FC Barcelona, Real Madrid ou Sevilha e outros podem ganhar", acrescentou.

O FC Barcelona comunicou na segunda-feira a ausência dos seus futebolistas na gala da FIFA, alegando ter o compromisso com o Athletic Bilbau para a Taça do Rei, na quarta-feira.

Lusa

  • Prosseguem buscas por condutor da carrinha no ataque em Barcelona
    2:38
  • Nicolás Maduro quer convocar "cimeira mundial de solidariedade"

    Mundo

    O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, reiterou este sábado que convocará uma "cimeira mundial de solidariedade" com o país, que permita atenuar a "campanha criminosa" que considera existir contra a Venezuela, cujo Governo está cada vez mais isolado internacionalmente.

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.