sicnot

Perfil

Desporto

Presidente da Liga espanhola descontente com ausência do "Barça" na gala da FIFA

© Susana Vera / Reuters

O presidente da Liga espanhola, Javier Tebas, mostrou esta terça-feira descontentamento com a ausência dos jogadores do FC Barcelona na gala da FIFA, na qual Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor futebolista do mundo.

"Não vou considerar se foi uma falta de respeito, porque têm as suas razões, mas podia-se ter feito um esforço, como em outras ocasiões. Ir de Barcelona a Zurique não é o mesmo do que a Nova Iorque, e a hora era adequada. Deviam ter ido", assinalou.

Em relação à distinção a Cristiano Ronaldo, Javier Tebas deixou claro que é "merecido", tendo particularmente em conta o nível de quem decide, e destacou que a Liga espanhola tem "os dois melhores jogadores da história".

O dirigente comentou ainda o facto de Iniesta poder ter explicado aos jogadores do Real Madrid a sua ausência da gala, referindo que o médio do "Barça" é um cavalheiro e que, se pediu desculpas, é porque achou que seria o mais correto.

"Em todo o caso, parece-me um assunto marginal, o mais importante é que a nossa Liga é muito competitiva, em que clubes como o FC Barcelona, Real Madrid ou Sevilha e outros podem ganhar", acrescentou.

O FC Barcelona comunicou na segunda-feira a ausência dos seus futebolistas na gala da FIFA, alegando ter o compromisso com o Athletic Bilbau para a Taça do Rei, na quarta-feira.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • "Foi um golpe muito forte"
    1:41
  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • SIC acompanhou Francisco George no último dia como diretor-geral da Saúde
    6:20