sicnot

Perfil

Desporto

Pilotos do Dakar solidários com vítimas do deslizamento de terras em Jujuy

© POOL New / Reuters

Os pilotos do Dakar 2017 solidarizaram-se esta quarta-feira com as vítimas do deslizamento de terras ocorrido na província de Jujuy, Argentina, que causou duas vítimas mortais e levou à suspensão da nona etapa desta prova todo-o-terreno.

"É uma pena que náo se possa realizar a etapa, mas isto é apenas desporto. O drama é o que vive a povoação afetada, que perdeu as suas casas e pertences", disse Nani Roma (Toyota).

Pelo menos duas pessoas morreram e um milhar teve de ser evacuado depois de um aluimento de terras em Volcán, a 1.530 quilómetros a noroeste de Buenos Aires.

A também espanhola Cristina Gutiérrez (Mitsubishi) disse sentir-se "próxima de todos os afetados", recordando que foram "anfitriões incríveis".

"Está claro que o Dakar é o evento nacional aqui e o que aconteceu é uma situação muito difícil, que ninguém merece. É algo que não esquecerão, mas oxalá que o Dakar volte e que este povo volte a ser feliz", completou.

A compatriota Laia Sanz (KTM) lamentou a suspensão da etapa, "mas era o lógico depois do que aconteceu".

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Dominado incêncio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo
    1:55

    País

    O fogo na Tratolixo, em Trajouce, deflagrou esta segunda-feira à noite. As chamas foram controladas a meio da manhã pelos bombeiros. No local estão 133 operacionais, apoiados por 51 veículos. O fogo não fez vítimas nem danos materiais. O vento dificultou o combate às chamas.

  • Duas execuções no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.