sicnot

Perfil

Desporto

Cristiano Ronaldo foi o oitavo desportista com maior valor comercial em 2016

© Ruben Sprich / Reuters

Cristiano Ronaldo, galardoado com Bola de Ouro e prémio de melhor futebolista do ano pela FIFA, é o oitavo desportista com maior valor comercial de 2016, aponta um estudo publicado na quarta-feira pela Escola de Marketing de Londres.

Cristiano Ronaldo, galardoado com Bola de Ouro e prémio de melhor futebolista do ano pela FIFA, é o oitavo desportista com maior valor comercial de 2016, aponta um estudo publicado na quarta-feira pela Escola de Marketing de Londres.

O capitão da seleção portuguesa de futebol, campeã europeia, foi "avaliado" em 30,1 milhões de euros, um valor ainda distante do atribuído ao mais "valioso" de 2016, o tenista suíço Roger Federer, cotado em 56,6 milhões de euros.

A "estrela" do Real Madrid, pelo qual se sagrou campeão europeu e campeão mundial de clubes, é o único futebolista no "top-10" desta lista, cujo pódio é completado pelo basquetebolista norte-americano LeBron James e pelo golfista Phil Mickelson, também dos Estados Unidos.

"Apesar de ter sido um ano complicado para Roger Federer no âmbito desportivo, os seus êxitos, o patrocínios e acordos comerciais mostram que as caraterísticas de um desportista e a sua personalidade também são importantes para acordos a longo prazo na vertente comercial", explicou Jacques de Cock, membro da Escola de Marketing de Londres. Federer, recordista de títulos de "Grand Slam" (17), regressou aos "courts" em janeiro depois de seis meses lesionado.

No "pódio" desta lista, o instituto londrino cotou LeBron James, líder dos Cleveland Cavaliers, campeões da NBA, em 51 milhões de euros, enquanto Mickelson, com cinco "majors" no currículo, em 47,2.

Lusa

  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis, conclui avaliação do FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela troika em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),

  • "A maioria das pessoas que criticou André Ventura nunca viveu esses problemas"
    3:43

    Opinião

    A polémica em torno das declarações do candidato do PSD à Câmara de Loures, André Ventura, sobre o modo de vida da etnia cigana no concelho, esteve em análise no Jornal da Noite desta segunda-feira. Miguel Sousa Tavares defende que "os problemas existem mas não podem ser generalizados". O comentador SIC considera, ainda assim, que André Ventura tem razão quando diz que "a maioria das pessoas que o criticou nunca viveu esses problemas".

    Miguel Sousa Tavares