sicnot

Perfil

Desporto

Três halterofilistas chinesas perdem ouro conquistado em Pequim2008

© TIM WIMBORNE / Reuters

Três campeãs olímpicas de halterofilismo nos Jogos de Pequim2008 foram esta quinta-feira desclassificadas na sequência da reanálise das amostras recolhidas na época, anunciou esta quinta-feira o Comité Olímpico Internacional (COI).

As chinesas Cao Lei (75 kg), Chen Xiexia (48 kg) e Liu Chunhong (69 kg) vão ter de entregar as medalhas de ouro conquistadas nos Jogos disputados no seu país.

Além das três halterofilistas chinesas, também a bielorrussa Nadzeya Ostapchuk perdeu o bronze conquistado no lançamento do peso em Pequim2008.

Outros quatro atletas foram desclassificados por terem dado positivo por doping na reanálise das amostras recolhidas nas edições de 2008 e 2012 dos Jogos Olímpicos: a bielorrussa Darya Pchelnik, quarta no lançamento do martelo em Pequim2008, a halterofilista turca Sibel Simsek, quarta nos 63 kg em Londres2012, e do halterofilista Intigam Zairov, do Azerbaijão, e Norayr Vardanyan, respetivamente sexto e 11.º nos 94 kg em Londres2012.

O COI registou mais de 100 positivos desde que, no verão de 2015, empreendeu a reanálise de amostras dos Jogos Olímpicos de Pequim2008 e de Londres2012 com métodos científicos mais avançados que não existiam à data.

Lusa

  • "É abusivo falar de fuga ao fisco"
    4:10

    Economia

    Dez mil milhões de euros é o valor de que se fala das transferências para contas offshore, que terão escapado à Autoridade Tributária. O número impressiona, mas é preciso notar que este dinheiro é capital que sai do país e o capital não está sujeito ao pagamento de imposto só porque sai do país. O fiscalista Tiago Caiado Guerreiro esteve no Jornal da Noite para dar mais explicações sobre o caso.