sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa vai disputar a final do torneio de ténis de Auckland

© Aly Song / Reuters

O tenista português João Sousa, 44.º do ranking mundial, qualificou-se hoje para a final do torneio de Auckland, Nova Zelândia, ao vencer o cipriota Marcos Baghdatis, 36.º do ranking mundial.

João Sousa ganhou a partida das meias-finais por 6-1 e 7-5 e vai disputar a final com o norte-americano Jack Sock, que venceu o também norte-americano Steve Johnson. O tenista português tinha-se qualificado na quinta-feira para as meias-finais ao vencer o holandês Robin Haase, 58.º do circuito, por 6-3 e 6-2, em 57 minutos.

Esta será a oitava final que João Sousa disputa na carreira. No sábado, tentará conquistar o terceiro título no circuito, depois das vitórias nos torneio de Kuala Lumpur, em 2013, e Valência, Espanha, em 2015. No seu percurso no circuito profissional, João Sousa disputou mais cinco finais, duas em 2014, em Bastad, na Suécia, e Metz, em França, e três em 2015, em São Petersburgo, na Rússia, Umag, na Croácia, e Genebra.

Na final de sábado, João Sousa defronta Jack Sock, 23.º da hierarquia, pela segunda vez na carreira. O primeiro confronto ocorreu em 2016, na terceira ronda do Masters 1000 de Madrid, com o português a vencer o norte-americano em três 'sets', por 6-1, 6-7 (3-7) e 6-2.

Nessa edição do torneio madrileno, João Sousa acabou por ser eliminado nos quartos de final pelo espanhol Rafael Nadal, antigo líder do 'ranking' mundial. Jack Sock tem apenas um troféu no palmarés, conquistado em 2015 no torneio de Houston, Estados Unidos, tendo disputado mais quatro finais: as duas últimas edições do torneio de Estocolmo e as edições de 2016 de Houston e Auckland.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.