sicnot

Perfil

Desporto

Treinador do Torino multado em 2 mil euros por pontapear cartaz de publicidade

Luca Bruno

A Liga italiana de futebol multou esta terça-feira em 2.000 euros o treinador do Torino, o sérvio Sinisa Mihajlovic, por ter pontapeado um cartaz de publicidade, que servia de fundo na zona das entrevistas rápidas.

O incidente aconteceu na segunda-feira, após o empate a duas bolas entre Torino e AC Milan, num encontro da 20.ª jornada da Serie A, em que a formação de Turim chegou ao intervalo com uma vantagem de dois golos.

Antes de entrar no balneário, Mihajlovic deu um violento pontapé no cartaz, que ficou desfeito, acabando parte do mesmo por atingir num olho um dos membros da segurança do estádio.

Na conferência de imprensa após o encontro, o técnico sérvio admitiu que estava "furioso" com o resultado e acusou a sua equipa de ter deixado de jogar à bola quando chegou ao 2-0.A Liga italiana advertiu Mihajlovic e obrigou o treinador do Torino a pagar uma multa de 2.000 euros.

Lusa

  • Milan empata 2-2 com o Torino

    Desporto

    O AC Milan esteve perto da alcançar a reviravolta frente ao Torino, mas acabou por empatar 2-2 na visita ao nono classificado da Liga italiana de futebol, em encontro da 20.ª jornada.

  • Morreu o companheiro de Nelson Mandela

    Mundo

    Ahmed Kathrada, activista e ícone sul-africano que lutou ao lado de Mandela contra o "apartheid" morreu hoje aos 87 anos, informou a fundação de caridade Kathrada.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23
  • Vidas Suspensas: Delfim 353
    29:30
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.