sicnot

Perfil

Desporto

Bundesliga prepara introdução de vídeo-árbitro no arranque da temporada 2017/18

O campeonato alemão de futebol vai introduzir o vídeo-árbitro logo no arranque da temporada 2017/18, tornando-se o primeiro a implementar o novo método no campeonato, anunciou esta quinta-feira a Bundesliga, em comunicado.

A Liga alemã de futebol adiantou ainda que os árbitros assistentes de vídeo (VAR) estarão concentrados num único local durante o jogo, à semelhança do que sucede na liga norte-americana de basquetebol (NBA).

A tecnologia tem sido testada na presente temporada na "Bundesliga", mas ainda em modo "offline" e sem qualquer intervenção nos jogos.

Vários países, incluindo Portugal, têm também testado nos últimos meses o vídeo-árbitro.

O organismo da FIFA que rege as leis do jogo (International Board) tem trabalhado em conjunto com várias ligas para introduzir os VAR antes do Campeonato do Mundo de futebol na Rússia, em 2018.

A FIFA pretende que o vídeo árbitro seja utilizado relativamente a situações de "erro claro" em quatro situações: golos mal anulados ou validados, grandes penalidades, cartões vermelhos e jogadores expulsos e enganos na identificação de jogadores.

A IFAB deverá decidir no início do próximo ano a utilização de VAR no Campeonato do Mundo.A VAR foi já utilizada no Mundial de Clubes de futebol que se disputou em dezembro no Japão, tendo sido a primeira vez que a tecnologia foi testada numa prova organizada pelo organismo de cúpula do futebol mundial.

Lusa

  • Atrás das Câmaras em Mirandela
    2:36

    Atrás das Câmaras

    A SIC está a percorrer o pais para ouvir as historias dos municípios e dos eleitores. Até às autárquicas, o programa opinião pública dá lugar ao Atrás das Câmaras, que hoje está em Mirandela, no distrito de Bragança, como conta a repórter Catarina Lázaro.

    Hoje na SIC e SIC Notícias

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03
  • "Não é possível fazer tudo ao mesmo tempo"
    0:39

    Orçamento do Estado 2018

    O deputado e economista do PS Paulo Trigo Pereira defende que o desagravamento fiscal que o Governo quer pôr em marcha é "moderado". Em entrevista ao Público e à Renascença, o socialista diz que é preciso realismo e que é uma "alquimia" mexer ao mesmo tempo nas carreiras, pensões e rendimentos dos trabalhadores.

  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15