sicnot

Perfil

Desporto

Humberto Coelho considera que fim do fora-de-jogo prejudica o futebol

Humberto Coelho, vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), recusou esta quinta-feira a ideia de deixar de existir fora-de-jogo, como foi defendido pelo ex-futebolista holandês Marco Van Basten, justificando que isso seria "pontapé para a frente".

"O futebol precisa de ser mais compacto, da a arte de jogar, os espaços são mais reduzidos e a técnica tem que ser mais apurada, essa medida seria um pouco pontapé para a frente e eu gosto mais de espetáculo", defendeu o vice-presidente da FPF, à margem da lançamento do Cartão de Saúde Eusébioheart.

Na quarta-feira, Marco van Basten, atual diretor-técnico da FIFA, defendeu uma verdadeira revolução no futebol, sugerindo que se termine com os foras-de-jogo, ou com os cartões amarelos, substituídos por penalizações temporárias.

Humberto Coelho disse não conhecer as propostas de Van Basten, mas reiterou a ideia de que o final do fora-de-jogo fará com que o futebol fique a perder: "perdia espetáculo, com um atacante junto a uma baliza e outro na outra, é preciso pensar melhor".

O antigo central benfiquista reconhece, porém, que é preciso modernizar o futebol, com medidas que melhorem o espetáculo e a transparência do jogo, que serão benéficas não só para o jogo, mas para os espetadores.

Em entrevista ao Sport Bild, Van Basten falou em várias medidas, nas quais a possibilidade de existirem mais substituições, mas também da introdução de um "shoot-out", com os jogadores a terem cerca de oito segundos para marcar golo, isolados perante o guarda-redes, que não pode sair da grande área.

Outro assunto abordado por Humberto Coelho, em sintonia com a FPF, é o acordo que existe com a intenção da FIFA em alargar o Mundial de futebol a 48 seleções, a partir de 2026. "A FPF já fez um comunicado, estamos de acordo, vamos ver agora. Há muitos anos para testar, para ver a evolução da situação, estou de acordo, como está a própria Federação", salientou Humberto Coelho.

Lusa

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.