sicnot

Perfil

Desporto

Telma Monteiro preparada para voltar "mais forte do que nunca", após cirurgia

© Kai Pfaffenbach / Reuters

A judoca Telma Monteiro, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos Rio2016, revelou esta sexta-feira que a cirurgia realizada na quinta-feira ao ombro esquerdo "correu bem" e que pretende voltar "mais forte do que nunca".

"Correu tudo bem e agora é recuperar e trabalhar para voltar mais forte outra vez! Se voltava a fazer tudo de novo? Mais do que sim!", revelou a judoca na sua conta oficial na rede social Facebook.

Telma Monteiro, considerada a melhor judoca portuguesa de sempre, lesionou-se no combate de atribuição da medalha de bronze nos Jogos Olímpicos, em agosto, frente à romena Corina Caprioriu.

No combate, Telma conseguiu cedo uma vantagem de "yuko", que segurou até ao final do combate, no qual acabou inferiorizada fisicamente, lesionando-se no ombro esquerdo, uma lesão que se prolongou até agora.

Na quinta-feira, o Benfica já tinha revelado que a judoca tinha sido sujeita a uma cirurgia, após o tratamento convencional não resultar, e que Telma Monteiro deverá estar "fora dos tatamis por um período que poderá chegar a seis meses".

Lusa

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.