sicnot

Perfil

Desporto

Zidane desdramatiza onda de lesões no Real Madrid

O treinador Zinedine Zidane desdramatizou esta terça-feira a onda de lesões que afeta o Real Madrid, atualmente com sete jogadores indisponíveis, e defendeu a preparação física da equipa que lidera a liga espanhola de futebol.

"Não gosto de ver um jogador lesionado e triste (...), mas olho para o resto do plantel e conto com todos. O grupo é o importante. Vamos lutar os que estamos, os que têm a oportunidade de jogar e estar bem", disse o técnico francês.

Zidane atribuiu a si toda a culpa da onda de lesões, numa altura em que tem Cristiano Ronaldo, Pepe, James Rodríguez, Bale, Modric, Marcelo e Carvajal de fora.

"Trabalhamos quando podemos. E se temos de descansar, descansamos. É verdade que ultimamente há muitas lesões e eu sou o responsável. Os que jogam fazem o melhor. Não estou preocupado, vamos em frente. Gostaria de ter todos e incomoda-me ter muitos de fora, mas isto passa. Temos de contar com os que estão, mas acho que fisicamente estamos muito bem", defendeu-se.

O técnico francês explicou que as lesões musculares que têm afetado o plantel pouco têm a ver com a carga de trabalho nos treinos, pois com jogos a cada três dias os treinos são muito limitados.

"Jogamos muito e treinamos menos. Fazemos mais recuperação. Tem sido assim. Com o pouco tempo que temos para trabalhar, fazemo-lo seguindo uma linha que vamos manter, porque estamos num bom momento", concluiu.

Depois de perder em casa (2-1) com o Celta de Vigo, o Real Madrid discute na quarta-feira, na Galiza, um lugar nas meias-finais da Taça do Rei.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos suburbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.