sicnot

Perfil

Desporto

Adepto do Bastia envolvido em insultos racistas a Balotelli "entregou-se" ao clube

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

Um dos adeptos do Bastia que na sexta-feira proferiu insultos racistas contra o futebolista Mario Balotelli, do Nice, "entregou-se", anunciou esta quarta-feira o clube da Córsega, garantido que o homem está impedido de entrar no estádio Armand Cesari.

Segundo o Bastia, o adepto assumiu a culpa depois de um apelo lançado na comunicação social após a divulgação das imagens dos insultos proferidos contra o internacional italiano.

Em comunicado, o clube refere que o adepto já lamentou a sua atitude e garante que o mesmo já foi informado da proibição de entrar no estádio, no qual tinha lugar cativo.

Imagens transmitidas pela estação televisiva BeIN Sports, entretanto remetidas à comissão disciplinar da liga francesa de futebol, mostram alguns adeptos do Bastia a proferir insultos racistas a Mario Balotelli.

No domingo, a liga francesa "condenou com a maior firmeza os autores" de insultos racistas ao avançado italiano do Mario Balotelli reagiu aos incidentes na rede social Instagram.

"É normal que os adeptos do Bastia façam barulhos de macaco, com "uh uh", durante todo o jogo e ninguém da comissão disciplinar diga nada? O racismo é legal em França? Ou apenas em Bastia?", questionou o avançado italiano, que é descendente de imigrantes ganeses.

Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.