sicnot

Perfil

Desporto

River Ecuador ganhou amigável de solidariedade com o Chapecoense

© Paulo Whitaker / Reuters

O clube de futebol equatoriano River Ecuador ganhou na terça-feira por 2-1 o jogo amigável de solidariedade disputado com o brasileiro Chapecoense.

O argentino Daniel Neculman marcou para o River aos 18 minutos e Roney fez golo na sua própria baliza aos 40 minutos, enquanto Mineiro reduziu a desvantagem para o Chapecoense, com um golo aos 42 minutos.

A partida terminou aos 71 minutos, em homenagem às 71 vítimas do acidente aéreo em novembro passado, a maioria jogadores do Chapecoense.

Os diretores do clube equatoriano entregaram medalhas a cada um dos jogadores e equipa técnica, e um delegado da Federação Equatoriana de Futebol (FEF) entregou uma placa ao representante do campeão na Taça Sul-Americana.

As receitas da venda dos bilhetes foram entregues aos diretores do Chapecoense como forma de ajuda para os familiares dos futebolistas que morreram no acidente aéreo.

A 28 de novembro de 2016, a queda do avião da companhia boliviana Lamia perto de Medellín, na Colômbia, causou a morte a 71 das 77 pessoas que seguiam a bordo, incluindo a maioria dos jogadores da Chapecoense, dirigentes e jornalistas que acompanhavam a equipa de futebol brasileira.

No domingo, a Chapecoense voltou aos relvados com um empate a dois golos com o Palmeiras, depois de ter recrutado 22 novos jogadores.

Antes do jogo, Follmann e os outros dois jogadores que sobreviveram - Neto e Alan Ruschel - levantaram a Taça Sul-Americana, que a confederação sul-americana decidiu entregar à Chapecoense.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.