sicnot

Perfil

Desporto

A celebração efusiva de Venus Williams no Open da Austrália

A tenista norte-americana Venus Williams garantiu, na última madrugada, uma vaga na final do Open da Austrália, onde vai defrontar a irmã Serena. Um triunfo que foi celebrado de forma efusiva pela nº13 do ranking mundial, com direito a coreografia e tudo.

Na primeira meia-final do torneio feminino de singulares, Venus derrotou a compatriota CoCo Vandeweghe em três 'sets' (6-7, 6-2 e 6-3) e regressou a uma final de torneio do Grand Slam pela primeira vez desde 2009.

Na primeira celebração, a tenista parecia não conseguir encontrar forma de expressar a felicidade que sentia:

Já depois de cumprimentar a adversária, a mais velha das irmãs Williams deu um pézinho de dança no court da Rod Laver Arena, em Melbourne:

As imagens falam por si:

© Thomas Peter / Reuters

© Jason Reed / Reuters

© Jason Reed / Reuters

© Jason Reed / Reuters

© Edgar Su / Reuters

© Issei Kato / Reuters

A conquista de Venus tem ainda maior significado se tivermos em conta que a tenista norte-americana foi diagnosticada, há seis anos, com o síndrome de Sjogren, uma doença auto-imune que afetou a sua capacidade para treinar.

Na conferência de imprensa, Venus Williams deixou bem claro o desejo sobre qual a adversária que preferia encontrar na final do primeiro torneio Grand Slam da temporada: "Daria tudo para ver a minha irmã do outro lado da rede no sábado", uma vontade que se veio a concretizar horas mais tarde, quando Serena, nº2 do mundo, derrotou a croata Mirjana Lucic-Baroni em dois 'sets' (6-2 e 6-3).

© Jason Reed / Reuters

© Jason Reed / Reuters

© Jason Reed / Reuters

Para Serena Williams, "não importa o que venha a acontecer no sábado". A ex-líder do ranking mundial considera que ambas já são vencedoras.

Com esta vitória, Venus tornou-se a tenista mais velha a alcançar a final do Open da Austrália.

As irmãs Williams vão defrontar-se no encontro decisivo de um torneio Grand Slam pela nona vez, com o histórico a ser favorável a Serena, com sete vitórias, contra as duas de Venus:

Um duelo familiar que vai decidir a vencedora do primeiro torneio do Grand Slam da temporada. A grande final está agendada para este sábado, às 19h30 (08h30 em Lisboa).

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Parceiros sociais retomam hoje discussão sobre legislação laboral

    Economia

    Os parceiros sociais retomam esta tarde a discussão sobre as alterações à legislação laboral nas áreas do combate à precariedade, promoção da negociação coletiva e reforço da inspeção do trabalho. No encontro, marcado para as 15:00 no Conselho Económico e Social (CES), em Lisboa, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, deverá apresentar um novo documento com alterações face ao que foi proposto aos parceiros sociais há dois meses.

  • Marcelo descobre que vê mal "ao longe à esquerda"
    2:05

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa recebeu uma declaração dos médicos contra a despenalização da eutanásia. A audiência ao atual bastonário e cinco antecessores acontece a uma semana do tema ir a debate no Parlamento, e no dia em que o Presidente da República foi a estrela do Dia da Segurança Infantil. Marcelo aproveitou para fazer um rastreio à visão e concluiu que tem que estar "atento", à esquerda, ao longe".

  • PS "vai ficar em banho-maria durante anos" por causa de Sócrates
    0:59

    País

    Miguel Sousa Tavares considera que o PS vai ficar em "banho-maria" durante anos por causa de José Sócrates. Em entrevista na SIC Notícias, o comentador criticou os dirigentes socialistas pela forma como se tentaram demarcar do ex-primeiro-ministro e disse que António Costa devia ter tomado uma atitude mais concreta.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC