sicnot

Perfil

Desporto

Hull City de Marco Silva afastado da Taça de Inglaterra

WILL OLIVER

O primodivisionário Hull City, treinado pelo português Marco Silva, foi este domingo eliminado nos 16 avos de final da Taça de Inglaterra em futebol pelo Fulham, ao perder por 4-1 no estádio da equipa que alinha no segundo escalão.

O Fulham inaugurou o marcador aos 17 minutos, por intermédio de Aluko, e 'disparou' para a vitória na segunda parte, graças aos golos marcados por Martin (54), Sessegnon (66), Johansen (78), já depois de os visitantes terem restabelecido momentaneamente o empate, com um tento de Evandro, ex-FC Porto, aos 49.

No espaço de três dias o Hull foi afastado da Taça de Inglaterra e da Taça da Liga inglesa, apesar de ter vencido por 2-1 o Manchester United, na segunda mão das meias-finais, pois tinha perdido o embate inicial por 2-0, no estádio da equipa treinada pelo português José Mourinho.

Além dos marcadores dos golos, o Fulham teve outro interveniente decisivo para o triunfo obtido este domingo, o guarda-redes Bettinelli, que defendeu uma grande penalidade marcada por Hernandez aos 87 minutos, cometeu novo castigo máximo para evitar a recarga e voltou a deter o remate do avançado uruguaio.

Menos volumosa, mas talvez mais surpreendente foi a derrota do Watford, que alinha na Primeira Liga, no reduto do Millwall, do terceiro escalão do futebol inglês, por 1-0, consumada com um golo tardio de Morison, marcado aos 85 minutos.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.