sicnot

Perfil

Desporto

Jogador deixa Saint-Etienne apenas três dias depois de assinar

O avançado francês Anthony Mounier vai jogar nos italianos da Atalanta, depois dos adeptos 'ultra' do Saint-Etienne terem boicotado a sua permanência no clube, forçando-o a sair apenas três dias após a sua chegada.

O Bolonha, clube ao qual pertence, acertou a cedência ao conjunto gaulês, mas os adeptos, que não esquecem as suas atitudes contra o clube quando este representava o Nice, foram inflexíveis e boicotaram o enlace.

"Mouriner: as nossas cores nunca serão as tuas", escreveram os radicais na tarja que colocaram no centro de estágio, mesmo antes do avançado, de 29 anos, regressar a França, onde chegou a receber ameaças de morte.

Na sua apresentação, manifestou-se "disponível para dar explicações aos adeptos, para que a relação comece bem": "Cometi erros próprios da juventude".Anthony Mounier foi formado pelo eterno rival Lyon, por quem jogou até 2009.

Anos mais tarde, quando alinhava pelo Nice, num jogo do campeonato ganho por 3-2 no último minuto foi apanhado pelas camaras a entoar um cântico com palavras muito ofensivas contra o Saint-Etienne a celebrar o golo.

O clube francês alegou "motivos extradesportivos" para devolver o atleta a Itália."Foi a decisão certa. Às vezes, não devemos ter vergonha de dar um passo atrás", disse o treinador Christophe Galtier, que revelou que Mounier "foi muito bem recebido pelo balneário e equipa técnica".

A Atalanta está em sexto lugar em Itália, enquanto o Bolonha, a cujos quadros pertence, é 12.º.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC