sicnot

Perfil

Desporto

Madeira Rodrigues crê que mau momento do Sporting não será vantagem nas eleições

Pedro Madeira Rodrigues considerou esta quinta-feira que os resultados negativos do Sporting não serão uma vantagem para uma eventual vitória nas eleições do clube e manifestou o desejo de ver os leões campeões da I Liga de futebol no final da época.

"Eu não consigo pensar assim. No dia 04 de março, os sportinguistas vão votar em consciência, independentemente dos resultados positivos ou negativos. Espero que sejam positivos, até porque quero herdar uma equipa em termos classificativos e conquistar o título nacional", começou por dizer o único candidato que irá a votos contra o atual presidente, Bruno de Carvalho.


Na chegada ao aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, depois de alguns dias em Inglaterra, "reunido com potenciais investidores para o Sporting", o candidato mostrou-se bastante satisfeito.


"Foi [uma viagem] muito produtiva. Fui a Londres e a Manchester tratar do futuro do Sporting, com várias reuniões com potenciais investidores para o clube, que manifestaram vontade em apoiar o clube, mas, por outro lado, com alguma preocupação com a situação financeira atual do Sporting. Os investidores são gente séria, mas não vou aparecer com eles para já, antes das eleições. Eles querem ver o que acontece", explicou.


Já sobre o treinador que escolherá para treinar o plantel principal dos 'leões', Pedro Madeira Rodrigues não quis revelar nomes, afastando a hipótese de contratar Marco Silva, atualmente no comando técnico do Hull City, de Inglaterra.


"Não é uma possibilidade. O Marco Silva vai ser um treinador de muitos anos na Premier League e as pessoas estão encantadas com eles. Dentro das três possibilidades, já estamos a falar com aquele nome que escolhemos como prioritário, mas não vou adiantar mais. Há um argentino, um europeu e outro português", afirmou.


A terminar, Paulo Madeira Rodrigues não deixou de lembrar que Bruno de Carvalho "foi importante para o Sporting em determinado momento", mas sublinhou que, futuramente, "não conseguirá inverter o rumo atual".

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa. A Direção-Geral de Saúde vai divulgar ainda esta terça-feira as normas de orientação clínica para que os médicos possam lidar da melhor maneira com este surto.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Incêndio num estádio em Xangai destrói parte da bancada

    Mundo

    O Estádio Hongkou da equipa chinesa Shanghai Shenhua foi atingido esta terça-feira por um incêndio que acabou por danificar parte da bancada e algumas salas no interior da infraestrutura. Para o local, foi enviada uma equipa de bombeiros que conseguiu controlar as chamas.