sicnot

Perfil

Desporto

Apostas suspensas no Feirense-Rio Ave

www.jogossantacasa.pt

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa suspendeu esta segunda-feira as apostas no Placard no jogo desta noite entre o Feirense e o Rio Ave.

"As apostas no evento encontram-se suspensas em todos os tipos e prognósticos", refere uma informação colocada na página do Departamento de Jogos da Santa Casa, na Internet.

O jogo entre o Feirense e o Rio Ave, da Primeira Liga de futebol, vai realizar-se hoje às 21:00 no Estádio Marcolino Castro, em Santa Maria da Feira.

Segundo o jornal desportivo "Record", a suspensão das apostas estará relacionada com "um afluxo anormal de movimentos relacionados com esta partida, em especial de uma alegada aposta de 100 mil euros de um apostador proveniente da China".

Lusa

  • Apostas no futebol sob suspeita
    1:38

    O Dia Seguinte

    A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa suspendeu as apostas no Placard no jogo entre o Feirense e o Rio Ave, para a Primeira Liga. Paulo Farinha Alves defende que as autoridades competentes devem estar atentas, José Guilherme Aguiar considera fundamental que haja uma maior monitorização, como há nas competições europeias, e Rui Gomes da Silva diz que é difícil que estes casos ocorram sem a conivência dos jogadores.

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28