sicnot

Perfil

Desporto

Apostas suspensas no Feirense-Rio Ave

www.jogossantacasa.pt

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa suspendeu esta segunda-feira as apostas no Placard no jogo desta noite entre o Feirense e o Rio Ave.

"As apostas no evento encontram-se suspensas em todos os tipos e prognósticos", refere uma informação colocada na página do Departamento de Jogos da Santa Casa, na Internet.

O jogo entre o Feirense e o Rio Ave, da Primeira Liga de futebol, vai realizar-se hoje às 21:00 no Estádio Marcolino Castro, em Santa Maria da Feira.

Segundo o jornal desportivo "Record", a suspensão das apostas estará relacionada com "um afluxo anormal de movimentos relacionados com esta partida, em especial de uma alegada aposta de 100 mil euros de um apostador proveniente da China".

Lusa

  • Apostas no futebol sob suspeita
    1:38

    O Dia Seguinte

    A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa suspendeu as apostas no Placard no jogo entre o Feirense e o Rio Ave, para a Primeira Liga. Paulo Farinha Alves defende que as autoridades competentes devem estar atentas, José Guilherme Aguiar considera fundamental que haja uma maior monitorização, como há nas competições europeias, e Rui Gomes da Silva diz que é difícil que estes casos ocorram sem a conivência dos jogadores.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.