sicnot

Perfil

Desporto

Standard de Liège defende no TAS pretensão a receber 400 mil euros do FC Porto

© Matthew Childs / Reuters

O Standard de Liège defendeu esta terça-feira, perante o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), a sua pretensão de receber 400 mil euros do FC Porto, respeitantes à indemnização devida pela formação dos irmãos Tony e Celéstin Djim.

Na audiência no TAS, em Lausana, na Suíça, o clube belga, representado pelo diretor jurídico, Pierre Locht, e por Me Vanthyghem, tentou demonstrar que tinha a intenção de manter os irmãos antes da proposta proveniente do FC Porto.

O processo remonta ao verão de 2014, quando os irmãos Tony e Celéstin Djim se transferiram para o FC Porto.

"Entregamos ao TAS as propostas de contrato enviadas pelo correio ao pai dos dois futebolistas, Luciano Djim", disse Pierre Loch após a audiência.Ainda de acordo com Pierre Loch, "o FC Porto argumenta que o pai dos irmãos Djim nega ter recebido essas propostas enviadas pelo correio".

É agora o mais alto tribunal de justiça desportiva que irá decidir se o Standard de Liège manifestou ou não vontade de manter os seus dois jogadores formados na academia. A decisão do TAS deverá ser conhecida dentro de dois meses.

Esta não é a primeira vez que o Standard de Liège interpõe uma ação judicial contra o FC Porto, uma vez que em 2014 o clube belga também recorreu à FIFA para exigir a compensação financeira da formação de Joris Kayembe.

Neste processo, o clube belga foi bem-sucedido, já que a FIFA condenou o FC Porto a pagar uma indemnização de 190 mil euros ao Standard de Liège, respeitantes à formação de Joris Kayembe.

Lusa

  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.