sicnot

Perfil

Desporto

Vice-primeiro-ministro russo diz que treinadores de atletismo não sabem trabalhar sem doping

© Maxim Shemetov / Reuters

O vice-primeiro-ministro russo, Vitaly Mutko, afirmou esta terça-feira que muitos treinadores de atletismo do seu país não sabem trabalhar sem recurso ao doping.

"Os atletas quebraram regras e muitos treinadores não sabem trabalhar sem recorrer ao doping, é hora de se retirarem", afirmou Mutko, em declarações à agência noticiosa russa R-Sport.

Pouco antes destas afirmações, Mutko admitiu que a decisão da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) de continuar a impedir os atletas da Rússia de competirem em provas oficiais no estrangeiro, anunciada na segunda-feira, já era esperada.

Na segunda-feira, a IAAF anunciou que a Rússia vai continuar impedida de competir internacionalmente, pelo menos até novembro de 2017, o que impedirá o país de estar representado nos Mundiais de Londres, de 4 a 13 de agosto.

Mutko voltou a admitir que no passado foram cometidos "numerosos abusos e violações de regras", mas negou o envolvimento do Estado nesses ilícitos, ao contrário do que é indicado pelo relatório McLaren, que trouxe a público um esquema de doping organizado no país.

O atletismo russo está suspenso desde novembro de 2015 por doping, pelo que os seus competidores falharam os Jogos Olímpicos Rio2016, sendo que não poderão também apresentar-se nos Europeus de pista de Belgrado em fevereiro, nem aos Mundiais de agosto em Londres.

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.