sicnot

Perfil

Desporto

Clubes europeus gastaram 633 M€ na reabertura do mercado de transferências

Twitter PSG

O valor gasto pelos clubes europeus de futebol na reabertura do mercado de transferências atingiu um recorde de 633 milhões de euros (ME), o que representa um aumento de 48% relativamente à época passada.

Aquele número junta-se o novo máximo alcançado durante o defeso em transferências de futebolistas, no valor de 3,23 mil ME, o que significa que os clubes gastaram nesta temporada em contratações de jogadores perto de 3,9 mil ME, mais 14% em relação à época anterior.

Das cinco grandes ligas europeias, a que movimentou mais dinheiro durante o mês de janeiro foi a inglesa, tendo os clubes que a integram gastado um total de 277 ME, ainda assim, ligeiramente menos do que receberam, que ascendeu a 282 ME.

A liga francesa foi a segunda mais 'gastadora', com um total de 153 ME, cinco vezes mais do que em janeiro do ano passado, com o Paris Saint-Germain à cabeça de todos os clubes europeus, ao efetuar contratações de 70 ME.

As equipas do campeonato alemão contribuíram com 99 ME (aumento de 153% em relação à última época), seguindo-se as do italiano, com 87 ME, e do espanhol, habitual dominador nesta matéria, mas que no mês passado se limitaram a gastar 18 ME.

Lusa

  • Banco de Portugal mais otimista
    1:17
  • Catalunha vs Espanha
    29:35
  • Empate técnico a uma semana das eleições na Catalunha

    Mundo

    A sete dias das eleições regionais catalãs, várias sondagens publicadas hoje indicam que os partidos constitucionalistas estão à frente nas intenções de voto, mas os independentistas ganham em número de lugares, sem nenhum dos blocos ter maioria absoluta.