sicnot

Perfil

Desporto

Futebolistas camaroneses condecorados após conquista da CAN

O presidente dos Camarões, Paul Biya, homenageou e condecorou esta quarta-feira a seleção do futebol do país pela conquista no domingo da Taça das Nações Africanas (CAN2017), em cuja final venceu o Egito, por 2-1.

"Vocês enfrentaram as melhores equipas, as mais aguerridas, e como vocês próprios disseram, colocaram-nas de 'molho'", começou por dizer o chefe de estado camaronês, dirigindo-se aos jogadores presentes na cerimónia no palácio presidencial.

Paul Biya enalteceu o "talento" dos jogadores, e aquilo a que designou de "bloco sólido como uma rocha", e entregou a cada um uma condecoração, uma medalha de cavaleiro da ordem, face à conquista da quinta CAN da história do país.

O presidente disse também aos jogadores ter vibrado com as vitórias da seleção, chegando ao ponto de dizer que os próximos adversários saibam que "os leões indomáveis estão de regresso".

Os Camarões, país organizador da edição de 2019 da CAN, conquistaram o troféu em 1984, 1988, 2000, 2002 e agora, em 2017.

O país com maiores vitórias no campeonato africano de seleções é o Egito, finalista vencido da edição deste ano (2-1), com sete triunfos, em 1957, 19591, 1986, 1998, 2006, 2008 e 2010.

Lusa

  • Governo quer reduzir gastos com papel na função pública
    1:08

    Economia

    O Governo proibiu a livre utilização das impressoras pelos funcionários públicos. O ministro das Finanças quer assim reduzir em 20% a despesa em consumo de papel e, ao mesmo tempo, minimizar a perigosidades dos resíduos produzidos com as impressoras, no Estado.