sicnot

Perfil

Desporto

Ministério Público decide investigar apostas no Feirense-Rio Ave

O Ministério Público decidiu investigar as alegadas apostas ilegais no jogo Placard relativas à partida de futebol entre o Feirense-Rio Ave, disputada na noite de segunda-feira, adiantou esta quarta-feira a Procuradoria-Geral da República (PGR) à Lusa.

"O Ministério Público decidiu instaurar inquérito. O mesmo corre termos no DIAP (Departamento de Investigação e Ação Penal) de Aveiro (Secção de Santa Maria da Feira)", refere a PGR, em resposta escrita enviada esta noite à agência Lusa.

Na terça-feira, a PGR informou que não tinha recebido qualquer queixa ou denúncia referentes a apostas ilegais no jogo Placard, envolvendo a partida Feirense-Rio Ave, mas disse estar a recolher elementos para decidir se existia ou não matéria para a instauração de inquérito, o que acabou por vir agora a acontecer.

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa suspendeu na segunda-feira as apostas no Placard referentes à partida entre o Feirense-Rio Ave, da I Liga de futebol, que a equipa de Santa Maria da Feira venceu nessa noite por 2-1.

"O Departamento de Jogos (DJSCML) decidiu suspender a aceitação de apostas no evento da Liga NOS, Feirense - Rio Ave, de hoje [segunda-feira] , às 21:00, atendendo ao volume atípico de apostas registado e ao risco financeiro envolvido, cumprindo o disposto no art. 19º, alínea 8, da Portaria que regulamenta o jogo Placard", revelou o DJSCML, em comunicado divulgado na segunda-feira.

Na terça-feira, em resposta enviada à Lusa, o Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ) anunciava "estar a averiguar em detalhe" as apostas no Placard relativas à partida de futebol entre o Feirense-Rio Ave.

"O SRIJ está agora a averiguar em detalhe o ocorrido nas apostas efetuadas naquele jogo, tendo inclusive estabelecido contactos com outros reguladores europeus que também alertaram para esta situação", explicou, na ocasião, o regulador nacional.

Este organismo afirmou que agiu assim que tomou conhecimento das suspeitas: "Tendo tomado conhecimento de suspeitas de irregularidades sobre as apostas desportivas sobre o jogo entre o Feirense e o Rio Ave, previamente à realização do jogo, notificou as entidades exploradoras para retirarem esta competição das respetivas listas de eventos sujeitos a aposta", acrescentou o SRIJ.

O regulador salientou ainda que esta decisão "foi igualmente transmitida à Liga Portuguesa de Futebol".

O Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos, sob a dependência do Turismo de Portugal e tutelado pelo Ministério da Economia, é o órgão competente de fiscalização da exploração e prática dos jogos de fortuna ou azar concessionados pelo Estado.

O CDS-PP já pediu a audição no parlamento do diretor do Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos.

Lusa

  • "Não sabemos se estão em causa máfias"
    7:46

    Opinião

    O advogado Fernando Veiga Gomes, especialista em Direito Comercial e Desportivo, esteve na SIC Notícias para comentar o caso das apostas suspensas no Placard. Fernando Gomes diz que não sabe se estão em causa máfias mas estranhou as declarações dos respresentantes dos clubes em questão. Quanto à legislação e regulamentação em vigor, o advogado diz que funcionaram bem na medida em que após identificarem um ato suspeito suspenderam de imediato as apostas.

  • Associação de Apostas Online fala em possível erro da Santa Casa no Feirense-Rio Ave
    1:09

    Desporto

    A SAD do Feirense demarca-se do polémica em torno da suspensão das apostas do jogo com o Rio Ave. Em comunicado, a SAD da equipa de Santa Maria da Feira lamentou a situação e o que considera ser a "tardia" tomada de posção por parte da Santa Casa da Misericórdia. Esta terça-feira à noite, na SIC Notícias, o presidente da Associação de Apostas Online defende a possibilidade de ter havido um erro no software da gestão de risco da Santa Casa da Misericórdia. Para Paulo Rebelo, o volume de apostas registado para o jogo Feirense-Rio Ave não é um volume anormal nas apostas internacionais.

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.