sicnot

Perfil

Desporto

"Não podemos olhar para os adversários como se fôssemos coitadinhos"

O treinador do Arouca, Lito Vidigal, acredita que os arouquenses vão tentar explorar as fragilidades do Benfica na sexta-feira, no jogo de abertura da 21.ª jornada da I Liga de futebol, no estádio da Luz.

Na antevisão ao jogo de sexta-feira, Lito Vidigal disse acreditar, que, embora seja difícil, a sua equipa pode vencer em casa dos 'encarnados'.

"Todos os jogos são difíceis, estes jogos muito mais. Vamos jogar contra um clube que é mais forte. Podemos vencer? Claro que podemos vencer. Podemos vencer qualquer jogo. Depende de muitos fatores, mas é muito mais difícil ganhar a equipas fortes e a um adversário com a dimensão do Benfica", afirmou o treinador arouquense.

Para Lito Vidigal, todas as equipas têm fragilidades que podem ser "exploradas" para permitir a vitória."Eu falo para os meus jogadores e digo que não podemos olhar para os nossos adversários como se fôssemos 'coitadinhos'. Temos de perceber que o adversário é mais forte, mas há aspetos que podemos explorar, e é nesses aspetos que vamos trabalhar, vendo a possibilidade de vencer o jogo", revelou.

O Arouca é 7.º classificado, com 27 pontos e o Benfica, tricampeão nacional, é líder do campeonato, com 48 pontos, mais um que o FC Porto.

A aproximação portista pode condicionar o Benfica, alegando que a "pressão é inerente" ao futebol, e salienta o bom momento da sua equipa e a oportunidade de garantir a permanência com uma vitória na Luz.

"Ao contrário do que parece, a verdade é que o Arouca tem mais dois pontos do que tinha na época passada, a esta jornada. O que pretendemos é atingir os 30 pontos já. Se for neste jogo, fantástico para nós, até porque o nosso objetivo é assegurarmos a manutenção na I Liga o mais rápido possível. Depois podemos pensar em objetivos diferentes. Agora, o que estamos centrados é fazer os 30 pontos", disse.

No banco de suplentes do Benfica não vai estar o técnico Rui Vitória, castigado, situação que o homólogo do Arouca não considera boa, porque "o lugar do treinador é no banco".

O Benfica-Arouca joga-se na sexta-feira, às 20:30, no Estádio da Luz, com arbitragem de Manuel Mota, da Associação de Futebol de Braga.

Lusa

  • "É mais um notável tiro no pé de Passos Coelho"
    4:04

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite, a polémica em torno de Pedro Passos Coelho, depois do presidente do PSD ter pedido desculpas por ter "usado informação não confirmada", ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. Sousa Tavares considera que Passos Coelho deu "mais um tiro no pé" e defende que o líder da oposição "está notoriamente desgastado" e "caminha para uma tragédia eleitoral autárquica".

    Miguel Sousa Tavares

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.