sicnot

Perfil

Desporto

Curry pondera ''cortar'' com patrocínio que manifestou apoio a Donald Trump

© USA Today Sports / Reuters

Stephen Curry, uma das maiores estrelas da Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA), admitiu na quarta-feira rescindir o contrato de patrocínio com a Under Armor depois de o seu presidente ter elogiado Donald Trump.

Kevin Plank, diretor-executivo da marca de equipamentos desportivos, disse na terça-feira, numa entrevista à CNBC, que o novo presidente dos Estados Unidos era um homem que entendia de negócios e, por isso, "uma mais valia" para o país.

"Passei o dia todo ao telefone com muitas pessoas da Under Armour para tentar entender o que se passava e quais tinham sido realmente as suas palavras", explicou o jogador dos Golden State Warriors ao diário Mercury News.

Para Curry, se a marca não partilha os seus valores, a solução será a rescisão de contrato.

"Se os líderes não têm os mesmos valores que eu, não é o dinheiro que vai fazer o que não sou", disse o atual vice-campeão da NBA.

Durante a campanha presidencial, Curry foi uma das figuras mediáticas que apoiou a candidata democrata Hillary Clinton.


Lusa