sicnot

Perfil

Desporto

Luis Suárez vai falhar final da Taça do Rei

O avançado do Barcelona Luis Suárez vai falhar a final da Taça do Rei, depois de ter sido punido esta quinta-feiracom dois jogos de suspensão pelo Júri de Competições da Federação Espanhola de Futebol.

Suárez, que tinha sido castigado com um jogo de suspensão pela acumulação de amarelos na segunda mão das meias-finais da Taça do Rei frente ao Atlético Madrid, foi punido com um segundo jogo de suspensão por ter retardado a saída do relvado para os balneários após a sua expulsão, de acordo com o relatório do árbitro.

"Depois de ter sido expulso, atrasou a sua saída do terreno de jogo de forma considerável e, ignorando as indicações do árbitro, permaneceu perto do banco da sua equipa até ao final da partida", escreveu o árbitro Jesús Gil Manzano no seu relatório.

O juiz espanhol foi mais específico na redação do relatório ao referir que Suárez se "manteve nas escadas de acesso ao túnel de acesso aos balneários a observar o jogo até ao fim, apesar de o quarto árbitro o ter avisado reiteradas vezes que tinha de recolher ao balneário, avisos esses que ignorou".

Esta última ocorrência levou o Juiz de Competições da Federação espanhola a aplicar ao avançado uruguaio um jogo de suspensão com base no artigo 113.2 do regulamento disciplinar do organismo, o qual estabelece que "quem é expulso deve dirigir-se aos balneários sem possibilidade de presenciar o jogo a partir da bancada, sendo o incumprimento desta obrigação objeto de sanção entre um e três jogos e multa pecuniária".

Por outro lado, o seu colega de equipa Sergi Roberto foi castigado com um jogo de suspensão por ter visto dois cartões amarelos na segunda mão das meias-finais, tal como o avançado do Atlético de Madrid, o belga Yannick Carrasco, pelo mesmo motivo.

Lusa

  • Mais de 1600 ações de fiscalizações a IPSS em dois anos
    1:05

    Expresso da Meia Noite

    Nos últimos dois anos, o Estado efetuou mais de 1600 ações de fiscalização a Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) das quais resultaram mais de 70 destituições e 80 participações ao Ministério Público (MP). Os números foram avançados pela secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim, no programa Expresso da Meia-noite, na SIC Notícias.

  • Bombeiro ferido nos fogos de Pedrógão Grande regressou a casa
    2:33

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Seis meses depois dos incêndios de Pedrógão Grande, regressou a casa o último dos bombeiros de Castanheira de Pera que estava internado desde junho. Rui Rosinha esteve em coma mais de dois meses e tem ainda pela frente uma longa recuperação. O bombeiro não quer que o país esqueça o que aconteceu e espera que as duas tragédias deste ano (fogos de junho e outubro) sirvam de lição para o futuro.

  • Pedrógão Grande, seis meses depois - documentário Expresso
    0:29
  • Frio no fim de semana, regiões do interior podem chegar aos -5 °C
    1:23
  • Ilhas Selvagens são um tesouro no Atlântico que é preciso preservar
    2:33