sicnot

Perfil

Desporto

Rayo Vallecano vai expulsar adeptos condenados em processo movido pelo presidente da Liga espanhola

O presidente do Rayo Vallecano, Raul Martin Presa, afirmou esta quinta-feira que se algum dos 17 adeptos envolvidos na queixa-crime interposta pelo responsável máximo da liga espanhola, Javier Tebas, for condenado, será expulso do clube.

Javier Tebas anunciou que vai apresentar uma queixa-crime contra 17 adeptos do Rayo Vallecano que se deslocaram a 01 de fevereiro ao centro de estágios do clube madrileno para insultar o avançado ucraniano Roman Zozulya, cedido por empréstimo do Betis.

"Este clube respeita a presunção de inocência que todo o cidadão tem, mas, se deste processo resultar algum condenado nesse caso, ele será expulso. Esta é a linha que vamos tomar", disse à agência de notícias espanhola EFE o presidente do Rayo Vallecano.

De acordo com alguns órgãos de comunicação social espanhóis, a contestação dos adeptos a Roman Zozulya está relacionada com o facto de o jogador ser conotado com alegados ideais neonazis.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.