sicnot

Perfil

Desporto

Queniana Peres Jepchirchir bate recorde mundial da meia maratona

(Arquivo)

© Siegfried Modola / Reuters

A queniana Peres Jepchirchir bateu esta sexta-feira o recorde do mundo da meia maratona, ao cumprir os 21,0975 quilómetros em 1:05.06 horas, em Ras Al Khaimah, nos Emirados Árabes Unidos.

Jepchirchir retirou três segundos à anterior marca, que pertencia desde 15 de fevereiro de 2015 à sua compatriota Florence Jebet Kiplagat.

A nova recordista mundial da meia maratona bateu também o recorde mundial dos 20 quilómetros, com o tempo de 1:01.40 horas.

Na meia maratona de Ras Al Khaimah, Jepchirchir superou as compatriotas Mary Keitani (1:05.13) e Joyciline Jepkosgei (1:06.08), que completaram o pódio da corrida.

O também queniano Bedan Karoki Muchiri venceu a prova masculina, com o tempo de 59.10 minutos, a segunda melhor marca de todos os tempos, à frente do etíope Yigrm Demelash (59.19) e do seu compatriota Augustine Choge (59.26).

O recorde mundial masculino pertence a Zersenay Tadese, da Eritreia, desde 21 de março de 2010, quando foi cronometrado em 58.23 minutos na meia maratona de Lisboa.

Lusa

  • Primatóloga Jane Goodall na Cimeira National Geographic em Lisboa
    3:00

    País

    Qual o futuro do planeta? O desperdício alimentar. A relação do homem com os animais. São estes alguns dos temas da cimeira da National Geographic que decorre entre hoje e amanhã em Lisboa. Entre os oradores está Jane Goodall, a primeira cientistas a estudar chimpanzés selvagens.

  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.