sicnot

Perfil

Desporto

Queniana Peres Jepchirchir bate recorde mundial da meia maratona

(Arquivo)

© Siegfried Modola / Reuters

A queniana Peres Jepchirchir bateu esta sexta-feira o recorde do mundo da meia maratona, ao cumprir os 21,0975 quilómetros em 1:05.06 horas, em Ras Al Khaimah, nos Emirados Árabes Unidos.

Jepchirchir retirou três segundos à anterior marca, que pertencia desde 15 de fevereiro de 2015 à sua compatriota Florence Jebet Kiplagat.

A nova recordista mundial da meia maratona bateu também o recorde mundial dos 20 quilómetros, com o tempo de 1:01.40 horas.

Na meia maratona de Ras Al Khaimah, Jepchirchir superou as compatriotas Mary Keitani (1:05.13) e Joyciline Jepkosgei (1:06.08), que completaram o pódio da corrida.

O também queniano Bedan Karoki Muchiri venceu a prova masculina, com o tempo de 59.10 minutos, a segunda melhor marca de todos os tempos, à frente do etíope Yigrm Demelash (59.19) e do seu compatriota Augustine Choge (59.26).

O recorde mundial masculino pertence a Zersenay Tadese, da Eritreia, desde 21 de março de 2010, quando foi cronometrado em 58.23 minutos na meia maratona de Lisboa.

Lusa

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.