sicnot

Perfil

Desporto

Jogo do campeonato angolano não foi interrompido durante o incidente

Jogo do campeonato angolano não foi interrompido durante o incidente

Pelo menos 17 pessoas morreram e mais de 60 ficaram feridas quando tentavam entrar num estádio de futebol no Uíge, no norte de Angola. Os dois técnicos portugueses garantem que não imaginavam o que estava a acontecer fora do recinto.

  • Federação angolana garante que estádio tinha condições de segurança
    4:18

    Opinião

    Silva Candembo, um jornalista angonalo, esteve ao telefone com a Edição da Noite para comentar o incidente desta sexta-feira no estádio 04 de Janeiro, na cidade do Uíge, que provocou pelo menos 17 mortos. O jornalista diz que falou com a Federação Angolana de Futebol que garantiu que o estádio tinha condições de segurança para receber o evento. A Federação acrescenta ainda que na semana passada realizou uma inspeção ao estádio que teve nota positiva.

  • "Estamos devastados"
    4:51

    Opinião

    O treinador português do Santa Rita de Cássia diz que ficou muito abalado com a tragédia no jogo entre as duas equipas para o arranque do campeonato angolano de futebol. Pelo menos 17 pessoas morreram na cidade do Uíge ao forçarem a entrada no estádio, para assistirem ao jogo entre o Santa Rita e o Recreativo de Libolo. Sérgio Traguil confessa que só percebeu o que se tinha passado no fim do jogo.

  • Segurança no estádio angolano terá sido "descurada"
    4:31

    Desporto

    Daúto Faquirá esteve ao telefone em direto, na SIC Notícias, onde falou sobre a tragédia no estádio de futebol da cidade angolana de Uíge, onde pelo menos 17 pessoas morreram e mais de 70 tiveram de ser hospitalizadas. O comentador da SIC diz que a segurança deste jogo deve ter sido "descurada". Faquirá diz ainda que já falou com um dos atletas de uma das equipas que estava a jogar - o Libolo -, que lhe disse que nem ele nem os seus colegas se aperceberam do que estava a acontecer no exterior do Estádio. As imagens podem chocar.

  • Vítimas da tragédia em Angola terão sido esmagadas pela queda de portão
    4:13

    Desporto

    Silva Cadembo esteve em direto ao telefone, na SIC Notícias, onde falou sobre a tragédia no estádio de futebol em Uíge, Angola, onde morreram pelo menos 17 pessoas. O jornalista angolano diz que entre as vítimas mortais, muito provavelmente, estarão crianças, uma vez que naquela cidade um dos únicos entretenimentos é o futebol. Segundo Cadembo, as pessoas terão morrido "esmagadas, eventualmente pelo portão de acesso". As imagens podem chocar.

  • As primeiras reações à morte de Chester Bennington

    Cultura

    Chester Bennington, vocalista da banda de metal alternativo Linkin Park, morreu esta quinta-feira em casa em Palos Verdes Estates, no estado da Califórnia, nos EUA. Várias celebridades já reagiram à morte do músico de 41 anos. Segundo o TMZ, o cantor da banda norte-americana suicidou-se.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26
  • O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional

    Mundo

    A antiga estrela de futebol americano O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional, depois de ter cumprido nove anos de prisão num estabelecimento prisional do estado do Nevada, nos Estados Unidos.

  • Filho do leão Cecil também foi abatido por um caçador

    Mundo

    Xanda pode ter tido o mesmo fim que o seu pai, o leão Cecil, que em 2015 foi abatido por um caçador, no Zimbabué. Na altura, a morte de Cecil tomou proporções inéditas, chegando uma imagem do leão a ser projetada na fachada do Empire State Building. Agora, Xanda terá sido abatido a tiro por um caçador de troféus.