sicnot

Perfil

Desporto

Manchester City vence 2-0 em casa do Bournemouth e isola-se no segundo lugar

GERRY PENNY

O Manchester City foi esta segunda-feira vencer o Bournemouth por 2-0, isolando-se assim no segundo lugar da liga inglesa de futebol, a oito pontos do líder Chelsea, cumpridas 25 jornadas.

Sterling foi o homem do jogo, pois, após ver o guarda-redes desviar, instintivamente, um remate seu para o poste, aos 26, passados três minutos surgiu ao segundo poste a corresponder a um cruzamento de Sané, que ainda foi desviado por um defesa, inaugurando o marcador.

O Bournemouth equilibrou o desafio e também teve oportunidades para empatar, mas Sterling (69) criou o segundo golo, ao romper pela linha de fundo e cruzar atrasado para Kun Aguero, sendo que o desvio do argentino ainda corrigiu decisivamente a trajetória, para a baliza, no pé de Tyrone Mings.

Aos 84, Sané, em lance individual, acertou na trave, no que podia ter sido o terceiro. Com este resultado, o Manchester City sobiu ao segundo lugar, com 52 pontos, a oito do Chelsea, que empatou 1-1 em casa do Burnley.

Depois de perder 2-0 na visita ao Liverpool, o Tottenham caiu para terceiro lugar, com os mesmos 50 pontos do Arsenal e mais um do que o seu 'carrasco', enquanto o Manchester United de José Mourinho é sexto com 48.

O Hull City de Marco Silva, que perdeu 2-0 na visita ao Arsenal, é 18.º e antepenúltimo, com 20 pontos, lugar de descida, mas a apenas um da 'salvação', ocupado pelo campeão Leicester.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras