sicnot

Perfil

Desporto

Benfica procura manter viva chama da qualificação frente ao Dortmund

O Benfica, tricampeão nacional de futebol, procura esta terça-feira manter viva a chama da qualificação para os quartos de final da Liga dos Campeões, ao receber o favorito Borussia Dortmund na primeira mão dos "oitavos".

O líder da I Liga portuguesa, com um ponto de vantagem sobre o rival FC Porto - que defronta a Juventus na próxima semana -, apurou-se sempre para a eliminatória seguinte nas três vezes em que atingiu esta fase da prova e desde que foi adotado o formato com uma fase inicial de grupos.

Para manter a tradição, o Benfica precisa de superar o Dortmund, que tem no ataque e no avançado gabonês Pierre-Emerick Aubameyang as suas maiores armas, ao ponto de estabelecer novo recorde de golos na fase de grupos, com um total de 21, dos quais o Sporting sofreu apenas três, nas derrotas por 2-1 e 1-0.

Um dia após ter completado 36 anos, o defesa Luisão pode disputar o 500.º jogo com a camisola "encarnada" no confronto com a equipa alemã, para o qual o treinador do Benfica, Rui Vitória, está privado de Grimaldo, Lisandro López e Sálvio, todos lesionados, e de Zivkovic, suspenso, enquanto o goleador Jonas será dúvida até pouco antes do início da partida.

Os dois clubes apenas se defrontaram uma vez nas competições europeias, há mais de meio século, na segunda ronda da Taça dos Campeões da época 1963/1964, com a equipa lisboeta a ficar pelo caminho, depois de ter vencido em casa por 2-1 e sido goleada na Alemanha por 5-0.

O encontro entre o Benfica e o Borussia Dortmund, que será arbitrado pelo italiano Nicola Rizzoli, realiza-se no Estádio da Luz, em Lisboa, a partir das 19:45, hora do início do outro encontro da prova marcado para hoje, entre os franceses do Paris Saint-Germain e os espanhóis do FC Barcelona.

Lusa

  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.