sicnot

Perfil

Desporto

Usain Bolt vence Prémio Laureus para desportista masculino do ano

Tim Ireland

O atleta jamaicano Usain Bolt, tricampeão olímpico nos Jogos Olímpicos Rio2016, venceu esta terça-feira o Prémio Laureus para desportista masculino do ano, categoria em que estava nomeado o futebolista português Cristiano Ronaldo.

Bolt, de 30 anos, venceu no Rio de Janeiro as finais de 100, 200 e 4x100 metros e disse no final de 2016 que pretende se retirar depois dos Mundiais de 2017, que decorrem em agosto em Londres.

O jamaicano recebeu o prémio das mãos do norte-americano Michael Johnson, também ele um campeão olímpico dos 200 metros, tendo conquistado o ouro na categoria em Atlanta1996.

O prémio para equipa do ano, para o qual estava nomeada a seleção portuguesa de futebol, campeã europeia em França, em 2016, foi atribuído aos Chicago Cubs, que venceram a World Series de basebol depois de um jejum de 108 anos desde a última vitória.

O galardão foi recebido pelo dono da equipa, Tom Ricketts, pela mão do antigo atleta e campeão olímpico Edwin Moses.

A gala dos Prémios Laureus decorreu no Sporting Club Monte Carlo, no Mónaco. A cerimónia consagrou a ginasta norte-americana e quádrupla campeã olímpica Simone Biles como desportista feminina do ano, o nadador Michael Phelps com o troféu de regresso do ano e Rachel Atherton como desportista de ação do ano.

O campeão do mundo de Fórmula 1, o alemão Nico Rosberg, conquistou o prémio revelação, enquanto a equipa de futebol do Leicester conquistou um prémio especial, de espírito do desporto.

A comitiva de dez atletas refugiados nos Jogos Olímpicos Rio2016 foi consagrada como inspiração desportiva, enquanto a campeã paralímpica italiana Beatrice Vio conquistou o galardão de desportista com deficiência do ano, com prémios entregues por momento do ano à equipa de futebol sub-12 do Barcelona, que consolou os rivais japoneses, e ao projeto Waves for Change pela utilização do desporto para alterações sociais.

Lusa

  • Os apelos de Marcelo para a reforma do Estado
    1:36

    País

    O Presidente da República lamentou este sábado que o consenso para uma reforma do Estado seja um sonho adiado. No enceramento do congresso "Portugal no Futuro", Marcelo Rebelo de Sousa apelou a entendimentos em áreas estratégicas e defendeu que é preciso passar as palavras à ação, o quanto antes.

    Débora Henriques

  • Tragédia de Vila Nova da Rainha foi há uma semana
    7:18
  • Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"
    1:36

    Operação Marquês

    As defesas de José Sócrates e de Ricardo Salgado queixam-se que as escutas do processo Marquês estão infetadas por um vírus informático. Os advogados dizem que tal como estão as escutas não podem servir de prova. No entanto, o Ministério Público diz que estão reunidas as condições para começar a contar o prazo para a abertura de instrução.

    Luís Garriapa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52