sicnot

Perfil

Desporto

Árbitro Tiago Martins na visita do Benfica ao Sporting de Braga

O árbitro Tiago Martins, da associação de Lisboa, é o escolhido para o jogo entre o Sporting de Braga e o Benfica, no domingo, às 20:15, da 22.ª jornada da I Liga de futebol, anunciou esta quarta-feira o Conselho de Arbitragem (CA).

Tiago Martins esteve esta época em dois jogos das 'águias' no campeonato, o primeiro à sexta jornada, no triunfo fora frente ao Desportivo de Chaves (2-0), e o segundo nas meias-finais da Taça da Liga, na eliminação com o Moreirense (3-1), após o qual expulsou o treinador do Benfica, Rui Vitória.

Em relação ao Sporting de Braga, Tiago Martins dirigiu apenas um jogo, à segunda jornada, a 22 de agosto, em que os bracarenses empataram em casa com o Rio Ave (1-1).

Nas escolhas do CA da Federação Portuguesa de Futebol, destaque ainda para a nomeação de Luís Ferreira, da associação de Braga, para a receção na sexta-feira do FC Porto ao Tondela, às 20:30, e de Bruno Esteves, da associação de Setúbal, para o embate entre Sporting e Rio Ave, no sábado, às 20:30.

I Liga, 22.ª jornada:

Sexta-feira, 17 fevereiro

FC Porto - Tondela, Luís Ferreira (AF Braga)

Sábado, 18 fevereiro

Desportivo de Chaves - Arouca, Luís Godinho (AF Évora)

Moreirense - Estoril-Praia, Rui Oliveira (AF Porto)

Feirense - Boavista, Hélder Malheiro (AF Lisboa)

Sporting - Rio Ave, Bruno Esteves (AF Setúbal)

Domingo, 19 fevereiro

Paços de Ferreira - Vitória de Setúbal, Nuno Almeida (AF Algarve)

Belenenses - Vitória de Guimarães, Hugo Miguel (AF Lisboa)

Sporting de Braga - Benfica, Tiago Martins (AF Lisboa)

Segunda-feira, 20 fevereiro

Marítimo - Nacional, João Pinheiro (AF Braga)

Lusa

  • Aeroporto Cristiano Ronaldo? Nem todos os madeirenses estão de acordo
    2:21
  • Fatura da água a dobrar
    2:26

    Economia

    Desde o início do ano que a população de Celorico de Basto está a receber duas faturas da água para pagar. Tanto a Câmara como a Águas do Norte reclamam o direito a cobrar pelo serviço. Contactada pela SIC, a Entidade Reguladora esclarece que o município não pode emitir faturas e tem de devolver o dinheiro.