sicnot

Perfil

Desporto

Comité de Ética da FIFA pede irradiação de antigos dirigentes federativos

O Comité de Ética da FIFA pediu a pena de irradiação para os ex-presidentes das federações da Guatemala e da Costa Rica, que respondem por acusações de corrupção, anunciou hoje o organismo regulador do futebol mundial.

O guatemalteco Brayan Jimenez e o costa-riquenho Eduardo Li já se declararam culpados nos Estados Unidos, no âmbito da investigação desencadeada pelo departamento de justiça norte-americano a casos de corrupção no futebol, tendo a FIFA como epicentro.

Li foi detido em maio de 2015, em Zurique (Suíça), em conjunto com outros dirigentes de topo da FIFA, enquanto Jimenez foi detido em janeiro de 2016, na Guatemala, e extraditado para os Estados Unidos, em março desse ano.

Lusa

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16