sicnot

Perfil

Desporto

Conselho de Disciplina da FPF mantém castigo de Rui Vitória

SEDAT SUNA

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol rejeitou o recurso do Benfica sobre o castigo de Rui Vitória. Em comunicado, o órgão federativo considerou as declarações do treinador ao quarto árbitro da meia-final da Taça da Liga com o Moreirense "injuriosas e ofensivas".

Em causa está a expressão "Parabéns, já conseguiste o que querias!", que Rui Vitória terá dirigido ao juiz Paulo Ramos.

O Conselho da FPF considera que a declaração extravasa os limites em que a Constituição da Republica Portuguesa protege a liberdade de expressão.

Dirigindo-se depois a toda a equipa de arbitragem, liderada por Tiago Martins, o treinador terá afirmado que "Isto é uma vergonha! Vieram para aqui tantos fazer o quê?".

Sobre estas expressões o Conselho de Disciplina considera que a frase "não encerra conotação injuriosa". Aquele órgão lembra que o técnico "foi punido pelas sanções mínimas regularmente admissíveis", por isso, considera nada ter a ponderar no recurso.

Apesar de o treinador já ter cumprido a suspensão de 15 dias, o Benfica ainda pode recorrer para o Conselho de Justiça ou para o Tribunal Arbitral do Desporto.

O técnico foi ainda multado em 3.825 euros.

  • Autárquicas: Ao 2º dia, "Atrás das Câmaras" em Fátima
    1:44
  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.