sicnot

Perfil

Desporto

Conselho de Disciplina da FPF mantém castigo de Rui Vitória

SEDAT SUNA

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol rejeitou o recurso do Benfica sobre o castigo de Rui Vitória. Em comunicado, o órgão federativo considerou as declarações do treinador ao quarto árbitro da meia-final da Taça da Liga com o Moreirense "injuriosas e ofensivas".

Em causa está a expressão "Parabéns, já conseguiste o que querias!", que Rui Vitória terá dirigido ao juiz Paulo Ramos.

O Conselho da FPF considera que a declaração extravasa os limites em que a Constituição da Republica Portuguesa protege a liberdade de expressão.

Dirigindo-se depois a toda a equipa de arbitragem, liderada por Tiago Martins, o treinador terá afirmado que "Isto é uma vergonha! Vieram para aqui tantos fazer o quê?".

Sobre estas expressões o Conselho de Disciplina considera que a frase "não encerra conotação injuriosa". Aquele órgão lembra que o técnico "foi punido pelas sanções mínimas regularmente admissíveis", por isso, considera nada ter a ponderar no recurso.

Apesar de o treinador já ter cumprido a suspensão de 15 dias, o Benfica ainda pode recorrer para o Conselho de Justiça ou para o Tribunal Arbitral do Desporto.

O técnico foi ainda multado em 3.825 euros.

  • Morreu Miguel Beleza, antigo ministro das Finanças e governador do BdP
    1:34
  • Conselho Europeu elege sedes de agências em novembro

    Mundo

    Os líderes da UE adotaram os critérios para a escolha das cidades que acolherão as sedes das agências europeias atualmente em Londres, uma das quais a do Medicamento, que Portugal quer receber, agendando a eleição para novembro.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.