sicnot

Perfil

Desporto

FIFA nega existência de relação entre prática de futebol e risco de demência

HOMEM DE GOUVEIA / Lusa

A FIFA assegurou esta quinta-feira que não existe qualquer prova conclusiva de que os futebolistas profissionais sejam uma classe com elevado risco de desenvolver doenças cerebrais que possam causar demência, como foi indicado por um estudo divulgada na quarta-feira."

"Não há qualquer evidência de que a prática do futebol possa causar danos cerebrais", indicou a FIFA em comunicado, acrescentando: "Os resultados dos estudos sobre a relação entre a prática do futebol de alta competição e o funcionamento do cérebro são inconclusivos".

A FIFA acrescenta ainda que, "felizmente, o futebol não pertence aos desportos de alto risco no que diz respeito a lesões cerebrais".

Na quarta-feira, um estudo divulgado na revista Acta Neuropathologica mostrou que os futebolistas profissionais são uma classe com elevado risco de desenvolver doenças cerebrais, que podem causar demência.

O estudo analisou 14 futebolistas aposentados e com sintomas de demência que começaram a jogar futebol na infância ou juventude.

Exames 'post mortem' realizados a seis futebolistas mostraram que quatro deles tinham sinais de Encefalopatia Traumática Crónica (CTE), um distúrbio cerebral também observado em antigos praticantes de futebol americano e pugilistas.

Helen Ling, a diretora do estudo, considerou que "há uma necessidade premente de identificar o risco", acrescentando: "É necessário um estudo em grande escala, com a cooperação da federação inglesa de futebol (FA) e da FIFA".

Lusa

  • Marinha e Exército dão luz verde ao Aeroporto do Montijo

    País

    De acordo com a edição deste domingo do Diário de Notícias, o Exército e a Marinha já comunicaram à Força Aérea disponibilidade para desocupar parcialmente a base aérea e o Montijo se transformar num num aeroporto complementar ao de Lisboa.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.