sicnot

Perfil

Desporto

Federação russa vai excluir atletas que não devolvam medalhas olímpicas

© Sergio Moraes / Reuters

A federação russa de atletismo anunciou que vai excluir os atletas que se recusem a devolver as medalhas olímpicas que lhes foram retiradas na sequência de casos de doping.

Muitos atletas russos recusaram devolver as respetivas medalhas, depois de terem sido desqualificados dos Jogos Olímpicos de Pequim2008 e Londres2012, no âmbito do programa de reanálises do Comité Olímpico Internacional (COI).

A federação russa, que foi suspensa das competições internacionais face ao escândalo que "atingiu" os seus desportistas, diz agora que os atletas que não devolvam as medalhas "não têm o direito de competir" em eventos do organismo.

A federação diz também que esses atletas não serão elegíveis para as equipas nacionais, nem entrarão nos programas de controlo antidoping, que lhes permitiriam competir internacionalmente na condição de neutros.

Esta medida não têm um efeito direto na maioria dos casos, visto que esses atletas, desqualificados dos seus resultados olímpicos, enfrentam já suspensões de dois anos, mas poderá afetar atletas que integravam estafetas cujos companheiros tiveram resultados adulterados.

Lusa

  • Os apelos de Marcelo para a reforma do Estado
    1:36

    País

    O Presidente da República lamentou este sábado que o consenso para uma reforma do Estado seja um sonho adiado. No enceramento do congresso "Portugal no Futuro", Marcelo Rebelo de Sousa apelou a entendimentos em áreas estratégicas e defendeu que é preciso passar as palavras à ação, o quanto antes.

    Débora Henriques

  • Tragédia de Vila Nova da Rainha foi há uma semana
    7:18
  • Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"
    1:36

    Operação Marquês

    As defesas de José Sócrates e de Ricardo Salgado queixam-se que as escutas do processo Marquês estão infetadas por um vírus informático. Os advogados dizem que tal como estão as escutas não podem servir de prova. No entanto, o Ministério Público diz que estão reunidas as condições para começar a contar o prazo para a abertura de instrução.

    Luís Garriapa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52