sicnot

Perfil

Desporto

Ronaldo, Pepe e Rui Patrício nomeados para melhores do ano pela FPF

Pavel Golovkin

Os campeões europeus por Portugal, Cristiano Ronaldo, Pepe e Rui Patrício são os nomeados para o prémio jogador do ano na gala Quinas de Ouro deste ano, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Futebol.

Na segunda edição da gala de prémios da FPF, o organismo que tutela o futebol português juntou-se à Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF) e ao Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF).
Os três futebolistas, decisivos na campanha lusa rumo ao título europeu em 2016, 'lutam' por um dos prémios mais importantes da gala, enquanto o selecionador Fernando Santos, Rui Vitória, campeão pelo Benfica, e Vítor Oliveira, que conduziu o Desportivo de Chaves à I Liga, são os nomeados a treinador do ano de futebol masculino.
André Silva (FC Porto), Gelson Martins (Sporting) e Renato Sanches (Benfica e Bayern Munique) são os candidatos ao prémio de revelação.
No futebol feminino, Ana Borges, Cláudia Neto e Matilde Fidalgo são as candidatas ao prémio de futebolista do ano, com Francisco Neto, selecionador, Pedro Bouças, campeão pelo Futebol Benfica, e Fernando Matos, do Valadares Gaia, concorrem ao prémio de treinador do ano.
A seleção principal, a seleção de futebol de praia e seleção de sub-17 são as candidatas a equipa do ano masculina, enquanto, no setor feminino, as nomeadas são a seleção A, o Futebol Benfica e o Valadares Gaia.
Os nomeados foram escolhidos pelo Conselho Quinas de Ouro, liderado pelo ex-internacional português Luís Figo, e que tem representantes da FPF, da ANTF e do SJPF.
Os premiados serão escolhidos pelos treinadores, pelos futebolistas e pelos adeptos, que podem votar no sítio oficial da Gala Quinas de Ouro na Internet.
Na cerimónia serão ainda premiados os melhores árbitros de 2015/16 e serão revelados o 'onze' do ano de futebol masculino e o 'onze' do ano de futebol feminino, que serão escolhidos pelo SJPF.

Lista de nomeados:
- Jogadora portuguesa do ano futebol: Ana Borges, Cláudia Neto e Matilde Fidalgo.
- Jogador português do ano futebol: Cristiano Ronaldo, Pepe e Rui Patrício.
- Jogador do ano futebol de praia: Elinton Andrade, Madjer e Rui Coimbra.
- Jogadora do ano futsal: Ana Azevedo, Ana Catarina e Inês Fernandes.
- Jogador do ano futsal: Bebé, Cardinal e Ricardinho.
- Jogadora revelação do ano (21 anos ou menos em 2016): Andreia Norton, Catarina Amado e Vanessa Marques.
- Jogador revelação do ano (21 anos ou menos em 2016): André Silva, Gelson Martins e Renato Sanches.
- Treinador do ano futebol masculino: Fernando Santos, Rui Vitória e Vítor Oliveira.
- Treinador do ano futebol feminino: Fernando Matos, Francisco Neto e Pedro Bouças.
- Treinador do ano futsal masculino: Joel Rocha, Jorge Braz e Nuno Dias.
- Treinador do ano futsal feminino: Francisco Paiva, Pedro Nova e Teresa Jordão.
- Treinador do ano futebol praia: José João Marques, Mário Miguel e Mário Narciso.
- Treinador do ano formação: António Folha, Hélio Sousa e João Couto.
- Treinador revelação do ano: Jorge Simão, Ricardo Soares e Sérgio Bóris.
- Equipa do ano masculina: Seleção A, Seleção Futebol Praia e Seleção Sub-17.
- Equipa do ano feminina: Futebol Benfica, Seleção A e Valadares Gaia.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.