sicnot

Perfil

Desporto

Adeptos russos prometem "festival de violência" no Mundial 2018

Os hooligans russos prometeram um "festival de violência" no Mundial de futebol de 2018, numa reportagem emitida na quinta-feira pela BBC-2. As autoridades russas qualificaram o programa de "propaganda destinada a desacreditar" a organização do torneio.

"Para alguns será um festival de futebol, para outros será um festival de violência", ameaçou um hooligan, filmado perto da Arena Rostov, um dos estádios da fase final do Campeonato do Mundo, que será organizado pela Rússia, no documentário da BBC 2 (apenas disponível no Reino Unido).

Para o responsável máximo pela segurança da Federação Russa de Futebol, Vladimir Markin, o documentário da BBC, intitulado "Hooligan Army" [Exército Hooligan] insere-se numa "campanha de propaganda destinada a desacreditar a Rússia, o futebol russo e o Mundial".

Markin defendeu que o principal objetivo do trabalho jornalístico era influenciar os adeptos britânicos, demovendo-os de viajarem para a Rússia para a apoiar a sua seleção, caso se qualifique para a fase final, que se vai disputar entre 14 de junho e 15 de julho de 2018.

"A Rússia deu todas as garantias em matéria de segurança, que foram aceites, e cumprirá plenamente com as suas obrigações", disse o vice-primeiro ministro russo, Vitaly Mutko, que desempenha também as funções de presidente da comissão organizadora da prova.

Lusa

  • "Desisto com muita dificuldade, só abandono a liderança se houver rebelião"
    2:39
  • Como um tweet de Kylie Jenner levou à queda das ações do Snapchat

    Economia

    As ações da Snap Inc., empresa que gere o Snapchat, fecharam a cair 6% na bolsa de Wall Street, esta quinta-feira, depois de Kylie Jenner ter anunciado que tinha deixado de usar a aplicação. A celebridade norte-americana tem mais de 24 milhões de seguidores e é considerada uma das utilizadoras mais influentes do Snapchat.

  • Arqueólogos anunciam descoberta de selo com assinatura do profeta Isaías

    Mundo

    Arqueólogos israelitas afirmam ter descoberto a marca de um selo num pedaço de argila que exibe o que consideram ser a assinatura do profeta bíblico Isaías, a quem se atribui a autoria de um livro do Antigo Testamento e de vários excertos do Novo Testamento. O achado arqueológico agora divulgado poderá ser a primeira prova da existência do profeta Isaías até agora encontrada. A descoberta aconteceu em Jerusalém, próximo do local onde foi encontrada um outro selo com a impressão da assinatura do rei Ezequias de Judá.

  • Escolas da Portela e Moscavide degradadas e com amianto
    3:00
  • Marcelo de "alma cheia" no fim da visita a São Tomé e Príncipe
    2:43

    País

    O Presidente da República terminou esta quinta-feira no Príncipe uma visita de três dias a São Tomé. Marcelo Rebelo de Sousa prometeu o reforço da cooperação económica e anunciou a visita de António Costa antes do Verão. e lembrou os políticos portugueses de que é muito mais o que nos une, do que o que nos separa.

    Enviados SIC

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00