sicnot

Perfil

Desporto

Antigo jogador do FC Porto Luís Fabiano rescinde com chineses do Tianjin Quanjian

© Paulo Whitaker / Reuters

O avançado brasileiro Luís Fabiano, antigo jogador do FC Porto, acordou esta sexta-feira rescindir o contrato com o Tianjin Quanjian, equipa que compete na superliga chinesa de futebol, segundo informou a empresa que gere a comunicação do jogador.

Fabiano, que tem 36 anos e marcou 28 golos em 45 jogos pela seleção do Brasil, escreveu ainda no Facebook: "O final também significa um novo começo, uma história que termina para que comece outra".

No Quanjian, equipa treinada pelo antigo internacional italiano Fabio Cannavaro, o jogador brasileiro marcou 23 golos em 29 jogos, disputados na época passada no China League One, o segundo escalão do campeonato chinês.

No entanto, a decisão da Associação Chinesa de futebol em reduzir o número de jogadores estrangeiros permitidos em campo por equipa de quatro para três levou vários jogadores a sair da China.

No Quanjian joga ainda o brasileiro Alexandre Pato e o médio belga Axel Witsel, que já alinhou pelo Benfica.Ao longo da sua carreira, Luís Fabiano representou ainda as equipas brasileiras do Ponte Preta e São Paulo, os franceses do Rennais e os espanhóis do Sevilla, onde marcou 108 golos em 229 jogos, entre 2005 e 2011.

No FC Porto, o internacional brasileiro jogou apenas uma época (2004-2005), tendo marcado três golos em 22 jogos.

Lusa

  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho