sicnot

Perfil

Desporto

Arsenal acaba com sonho do Lincoln na Taça de Inglaterra

O Arsenal pôs este sábado fim ao sonho dos amadores do Lincoln na Taça de Inglaterra, ao golear a equipa do quinto escalão do futebol inglês por 5-0, juntando-se ao Manchester City nas meias-finais da prova.

O treinador francês Arsene Wenger, debaixo de fogo depois da eliminação na Liga dos Campeões com duas pesadas derrotas frente ao Bayern Munique, ambas por 5-1, obteve um importante 'balão de oxigénio', graças aos golos de Walcott (45+1 minutos), Giroud (53), Waterfall (58, na própria baliza), Sanchez (72) e Ramsey (75).

Apesar de não ter ainda tomado uma decisão definitiva sobre o futuro profissional, o treinador francês, que está na liderança do Arsenal há 20 anos, não escondeu a "preferência" pelo clube londrino: "Por quanto tempo? Não sei. Sempre fui leal ao clube e a minha preferência é ficar aqui".

O Lincoln, a primeira equipa amadora a atingir os quartos de final da competição em 103 anos, conseguiu resistir durante quase toda a primeira parte ao assédio dos 'gunners', mas na segunda parte desmoronou-se a muralha da equipa posicionada 87 lugares abaixo do Arsenal na hierarquia do futebol inglês.

Horas antes, o Manchester City tinha-se qualificado para as meias-finais, ao vencer por 2-0 no estádio do Middlesbrough, num jogo em que o treinador dos 'citizens' mostrou estar muito interessado em conquistar o troféu.

O espanhol Pep Guardiola apresentou em Middlesbrough o 'onze' mais forte da equipa de Manchester, apesar de estar a apenas quatro dias de defrontar o Mónaco, treinado pelo português Leonardo Jardim, na segunda mão dos 'oitavos' da Liga dos Campeões.

O técnico espanhol recolheu os dividendos da aposta logo aos três minutos, quando o médio espanhol David Silva inaugurou o marcador, cabendo ao influente avançado argentino Sergio Aguero fechar a contagem a favor da equipa visitante, aos 67.

O Manchester City, terceiro classificado da liga inglesa, poderia ter terminado o jogo com uma vantagem mais confortável, perante o 18.º classificado do escalão principal, o primeiro abaixo da 'linha de água', que não vence há 10 jogos seguidos naquela competição.

No domingo, o Tottenham recebe o único tomba-gigantes que ainda subsiste após a eliminação do Lincoln, o Millwall, do terceiro escalão, e na segunda-feira realiza-se o jogo grande da eliminatória, entre o Chelsea e o Manchester United, treinado pelo português José Mourinho.

Lusa

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Vila de Gavião viu-se cercada pelas chamas
    2:17
  • Costa desafia PSD para pacto depois das autárquicas
    1:14
  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22