sicnot

Perfil

Desporto

Glasgow Rangers anuncia Pedro Caixinha como novo treinador

O Glasgow Rangers, terceiro classificado do campeonato escocês de futebol, anunciou este sábado a contratação de Pedro Caixinha, dois dias depois de o treinador português ter rescindido o contrato que o ligava ao Al Gharafa, do Qatar.

Caixinha, de 46 anos, assinou um contrato válido por três anos para ocupar o lugar deixado vago por Mark Warburton, que foi despedido no início de fevereiro, levando a equipa de Glasgow a ser orientada nos últimos cinco jogos de forma interina, por Graeme Murty.

"É uma enorme honra representar o Rangers. É um clube com história e tradição e estou orgulhoso por seguir as pisadas de alguns treinadores lendários, como Walter Smith, Graeme Souness e Jock Wallace", disse Caixinha, em declarações publicadas no sítio oficial da equipa escocesa na Internet.

O técnico português admitiu que "há muito trabalho a fazer" para melhorar a situação do Rangers, que está a distantes 33 pontos do líder e rival Celtic, e a seis do Aberdeen, segundo colocado, mas prometeu construir "uma equipa ganhadora e entusiasmante".

Caixinha vai estrear-se oficialmente como treinador do Rangers, precisamente, frente ao Celtic, no domingo, no dérbi de Glasgow, um dos mais emblemáticos no futebol internacional, também conhecido como o 'old firm'.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.