sicnot

Perfil

Desporto

Sevilha empata em casa com Leganés e perde terreno na luta pelo título

O Sevilha falhou este sábado a aproximação ao líder Barcelona e a colagem ao Real Madrid, ao empatar a 1-1 na receção ao Leganés, para a 27.ª jornada da Liga espanhola de futebol.

Com o português Daniel Carriço no 'onze', o Sevilha voltou a perder pontos na luta pelo título, quatro nos últimos seis, ao empatar em casa frente ao Leganés, que se adiantou pelo brasileiro Gabriel, logo aos três minutos.

O golo do empate surgiu pelo montenegrino Stevan Jovetic, aos 43 minutos, mas o Sevilha, atual terceiro classificado, com 57 pontos, pode ver o líder FC Barcelona, com 60, e o Real Madrid, com 59 e menos um jogo, distanciarem-se no domingo.

O Leganés somou mais um ponto na luta pela permanência e ascendeu da 17.ª para a 16.ª posição, com 25 pontos, ultrapassando o Deportivo, que soma 24 e que no domingo recebe o FC Barcelona.

No outro encontro já hoje disputado, Valência e Sporting de Gijón empataram a 1-1.

O Gijón, que se encontra na zona de despromoção, chegou à vantagem pelo croata Duje Cop, aos 60 minutos, mas o Valência, sem o lesionado Nani, empatou por Munir, aos 85, a passe de João Cancelo.

O Valência segue no 13.º lugar, com 30 pontos, mais dois do que o Bétis, que no domingo visita o Real Madrid, enquanto o Gijón é 19.º e penúltimo classificado, com 18, mais oito do que o Osasuna (20.º), que na segunda-feira recebe o Eibar.

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15