sicnot

Perfil

Desporto

O primeiro futebolista com mais de 50 anos a marcar na liga japonesa

Kazuyoshi Miura continua a bater recordes de longevidade e este domingo tornou-se no primeiro futebolista com mais de 50 anos a marcar um golo na liga japonesa de futebol.

Uma semana depois de ter ultrapassado o recorde de longevidade como futebolista profissional do inglês Stanley Matthews, Kazu, com 50 anos e 14 dias, deu hoje o triunfo ao Yokohama FC sobre o Thespakusatsu Gunma, por 1-0, com um remate de pé esquerdo aos 40 minutos.

"Estou sempre à procura de oportunidades para marcar golos. Estava a sentir-me particularmente bem hoje e sentia que poderia marcar", disse o 'rei Kazu', como é conhecido.

Há uma semana, Miura, que nasceu a 26 de fevereiro de 1967, superou o recorde de Stanley Matthews, estabelecido no jogo entre o Stoke City e o Fulham, em 1965, ao atuar no empate com o V-Varen Nagasaki, com 50 anos e sete dias, dois dias mais velho do que o inglês.

Miura tenciona jogar até aos 60 anos e foi pioneiro a mostrar o futebol japonês ao mundo na década de 90, quando se transferiu para o clube italiano Génova.

Lusa

  • Tragédia de Pedrógão Grande, seis meses depois

    País

    O incêndio que deflagrou há seis meses no concelho de Pedrógão Grande e que alastrou a concelhos vizinhos fez 66 mortos e 253 feridos, sete dos quais graves, destruiu meio milhar de casas e quase 50 empresas. Quarenta e sete das vítimas mortais seguiam em viaturas, no dia 17 de junho, e ficaram cercadas pelas chamas na EN (estrada nacional) 236-1, entre Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos ou em acessos a esta via.

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC