sicnot

Perfil

Desporto

TAS proibe médico russo envolvido em escândalo de doping de exercer no desporto

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) proibiu hoje Serguei Portugalov, acusado de ser o médico responsável por práticas de doping no atletismo russo, de exercer funções em áreas ligadas ao desporto.

A sanção aplicada ao médico foi anunciada pela Federação de Atletismo da Rússia mas ainda não foi confirmada pelo TAS.

Em 2015, baseando-se nas acusações que davam conta do envolvimento de Portugalov em casos de doping, a Agência Mundial Antidopagem (AMA) pediu que o médico fosse proibido de trabalhar em áreas relacionadas com o desporto.

A Rússia foi suspensa das competições internacionais depois de o relatório McLaren, da AMA, ter revelado um sistema de dopagem alargado, com apoio estatal.

Depois de o Comité Olímpico Internacional (COI) ter colocado a decisão nas federações de modalidade, muitas atletas russos foram impedidos de participar nos Jogos Olímpicos Rio2016.

O Comité Paralímpico Internacional (IPC) foi mais longe e baniu a Rússia dos Jogos Paralímpicos 106, disputados também no Rio de Janeiro.

Lusa

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15