sicnot

Perfil

Desporto

Federação inglesa acusa United de não controlar jogadores contra o Chelsea

A Federação Inglesa (FA) de futebol acusou hoje o Manchester United, treinado por José Mourinho, de não conseguir controlar os jogadores durante a visita de segunda-feira ao Chelsea, para a Taça de Inglaterra.

"Depois do jogo de segunda-feira para a Taça de Inglaterra, o Manchester United foi acusado de não conseguir controlar os jogadores", anunciou hoje o organismo através da rede social Twitter.

O jogo dos quartos de final, que a equipa de Antonio Conte venceu por 1-0, teve uma expulsão, do espanhol dos 'red devils' Ander Herrera, durante a primeira parte, depois de o árbitro Michael Oliver ter avisado Smalling quanto às faltas persistentes sobre o belga Hazard.

Em comunicado, a FA detalhou que a causa da acusação se prende com a reação de vários jogadores à expulsão do espanhol, ao cercarem o árbitro e contestarem a decisão.

O quinto classificado da liga inglesa tem agora até às 18:00 de sexta-feira para responder à acusação do organismo que gere o futebol inglês, sendo que Herrera vai falhar os jogos com Middlesbrough e West Bromwich devido a suspensão, à semelhança de Ibrahimovic, também suspenso.

O relatório de Michael Oliver destacava ainda um lance, na segunda parte, em que o argentino ex-Sporting, Marcos Rojo, parece pisar o peito de Hazard, mas a FA não se pronunciou sobre o incidente.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Metade dos moradores de Sandinha recusaram sair das casas
    3:14
  • Habitantes de Várzeas tentam regressar à normalidade
    2:48
  • "Podemos ser atendidos por um médico branco?"
    0:58