sicnot

Perfil

Desporto

Meia Maratona de Lisboa com 19 atletas olímpicos

MIGUEL A. LOPES

A 27.ª edição da meia-maratona de Lisboa - agendada para domingo - vai contar com 19 atletas olímpicos no setor masculino e com "grandes estrelas" na prova feminina, garantiu esta sexta-feira o presidente do Maratona Clube de Portugal, Carlos Móia.

"Vai ser uma grande corrida em termos de estrelas. Temos um lote excelente de atletas tanto no setor masculino como no feminino" disse, acrescentando que vão marcar presença em Lisboa "sete homens que já baixaram dos 61 minutos e oito mulheres que já correram abaixo dos 69".

Na prova feminina marcarão presença, entre outras, a queniana Vivian Cheruiyot, campeã olímpica dos 5.000 metros e vice-campeã olímpica dos 10.000, e a etíope Mare Dibaba, campeã mundial da maratona em 2015.

Ambas as atletas têm marcas abaixo dos 68 minutos, tal como a queniana Mary Wacera, vice-campeã mundial da maratona em 2014, que também marcará presença em Lisboa.

A prova de elite, que partirá de Algés, contará também com a presença da etíope Rui Aga, vencedora da última edição, e com as principais figuras do atletismo feminino português, como Sara Moreira, campeã europeia da meia-maratona, Dulce Félix, atual vice-campeã europeia dos 10.000 metros, e Jéssica Augusto, bronze na meia-maratona dos europeus do ano passado.

Na prova, marcarão também presença as estónias Leila e Lily Luik, que, em agosto, juntamente com a irmã Liina, se tornaram, no Rio de Janeiro, no Brasil, as primeiras trigémeas a participar em Jogos Olímpicos.

A prova masculina contará com sete atletas com tempos abaixo dos 61 minutos, dos quais quatro abaixo da hora, entre eles o eritreu Nguse Amloson, vencedor da última edição meia-maratona de Portugal e que tem com melhor marca pessoal 59.39 minutos.

Na lista de inscritos da meia-maratona, que atravessará a ponte 25 de Abril, figuram também os quenianos Wangari Mwangi e Simon Cheprot, ambos com marcas pessoais abaixo da hora.Portugal estará representado na prova de elite por nomes como Hermano Ferreira, José Moreira, Ricardo Ribas e Rui Teixeira.

Segundo Carlos Móia, a mini e a meia-maratona contam com 35.000 inscritos - número máximo definido pela organização -, oriundos de 64 países.

No domingo, vai disputar-se também a prova em cadeira de rodas, que contará com a presença de 32 atletas de elite, de 10 nacionalidades, considerada pelo Comité Paralímpico Internacional a mais rápida meia-maratona do mundo.

Lusa

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.