sicnot

Perfil

Desporto

Mónaco continua em grande plano e vence Caen na liga francesa

© Stephane Mahe / Reuters

O Mónaco continua a prolongar o sonho na liga francesa de futebol, ao vencer este domingo na visita ao Caen (3-0), num jogo em que Leonardo Jardim fez descansar Bernardo Silva e ainda não teve Falcao.

Numa semana em que os monegascos eliminaram o Manchester City na Liga dos Campeões, o técnico português fez descansar Bernardo Silva-- só entrou aos 82 minutos -, e deu a titularidade ao também médio português João Moutinho.

De fora continuou o avançado internacional colombiano Falcao, lesionado, e depois de já ter falhado a vitória com o City (3-1), bem como Gabriel Boschilia ou Guido Carrillo, a recuperarem de lesões há algum tempo.

Frente ao Caen, 16.º classificado, quatro pontos acima da zona de descida, o Mónaco teve nova demonstração de força e antes do intervalo já vencia com um golo de Mbappe, aos 13 minutos.

O avançado voltaria a fazer novo golo (3-0) aos 81 minutos, a cruzamento de João Moutinho, mas antes o médio brasileiro Fabinho marcou de grande penalidade, aos 49, a castigar falta sobre Mbappe.

Com este triunfo, o Mónaco passou a somar 71 pontos, mais seis do que o Paris Saint-Germain, que ainda recebe este domingo o Lyon.

Os monegascos têm o impressionante registo de 87 golos marcados (em 30 jogos), seguidos a longa distância na eficácia, por Lyon (59) e PSG (58).

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.